Archive for category Carnaval

4-3-2017 – Certamente Herdamos Mentiras

Mensagem de Sábado

Todos nós que não nascemos em Israel e não vivemos naquela cultura, somos chamados gentios. Não há nada de ser errado em ser um gentio. O problema começa que todos os nossos pai não conheceram, ou não procuraram conhecer, o único e verdadeiro Deus dos Judeus na época. O homem preferiu criar os seus próprios deuses. Eles criavam os deuses e ensinava as pessoas de como adorá-lo (la). Deus criado por madeira, ferro ou qualquer outro tipo de material.

O deuses criados pelo homem são adorados da maneira que o seu homem criador imaginava. Observe por exemplo a deusa Ester. Ela tem vários outros nomes em culturas diferentes. Os sacerdotes de Ester engravidava as virgens no altar de Ester e depois de um ano, matava os recém-nascidos e com sangue deles, eles pintavam os ovos. Esses ovos depois de milhares de anos são agora feitos de chocolates e tudo é uma alegria. Como se senti quando come um ovo de chocolate de páscoa sabendo que começou a milhares de anos atrás pelos sacrifícios dos recém-nascidos. Há, não acredita? Verifique por você mesmo. Tudo isso é história.

Há muitos anos atrás fui para Machu-Pichu no Peru. No lugar, vemos um pedra enorme manchada e perguntamos ao guia sobre a mancha na pedra. Ele nos disse que o feiticeiro pegava uma criança que vinha sendo nutrida para ser sacrificada. Aos 8 anos, não lembro correto a idade, este feiticeiro pegava essa criança, deitava na pedra de sacrifício, cortava o peito dele(a), e tirava o coração com sua mão. Se o coração não tivesse nenhuma cicatriz, eles teriam um ano bom, mas se o coração tivesse cicatrizes, eles teriam um ano mal. Esse sacrifício acontecia enquanto a criança ainda estava viva.

Bom, aí está  o ponto onde os homens chegam para seus sacrifícios pagãos. A nojeira detestável e completamente abominável que o homem faz. Note o que Yahovah disse sobre uma dessas detestáveis doutrinas pagãs criada pelos homens…

“Porém cada nação fez os seus deuses, e os puseram nas casas dos altos que os samaritanos fizeram, cada nação nas cidades, em que habitava. E os de babilônia fizeram Sucote-Benote; e os de Cuta fizeram Nergal; e os de Hamate fizeram Asima. E os aveus fizeram Nibaz e Tartaque; e os sefarvitas queimavam seus filhos no fogo a Adrameleque, e a Anameleque, deuses de Sefarvaim”, 2 Reis 17:29-31.

“Fez ele também passar seus filhos pelo fogo no vale do filho de Hinom, e usou de adivinhações e de agouros, e de feitiçarias, e consultou adivinhos e encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do Senhor, para o provocar à ira”, 2 Crônicas 33:6.

Introdução ao o vídeo

calendario-de-deus

Vídeo – Festas de Outono de Deus – Ep14

ep14michael

Sugestão para Leitura

Idolatria (categoria)

Você é idolatra? (estudo)

Você é Pagão? (estudo)

Natal (categoria)

A pura verdade sobre o Natal (estudo)

Verdade ou Tradição (vídeo)

 Não Deixa Nenhum Pagão Te Julgar (vídeo)

Leave a comment

Carnaval e Quaresma

O Carnaval é uma celebração que o homem vem celebrando por muitas centenas de anos. A celebração do Carnaval tem mudado através de todo esse tempo. A origem precisa do Carnaval é bastante associada a deus pagãos. Isso vem até me logica já que o homem, no princípio, tem um ligação bem forte com deus que foram criados por ele. Observe por exemplo o que a Wiki fala da origem do Carnaval, “Pensa-se que terá tido a sua origem na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C, através da qual os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica em 590 d.C. antes da Quaresma”.

A palavra Carnaval em si significa, “adeus a carne”. Como podemos ver até “Carna e como se escrevesse “Carne””. Com certeza os homens que criaram essa celebração tinha em mente festas e todos os tipos de coisas para satisfazer a carne. De tempo em tempo o Carnaval tem mudado a sua “cara” mas a finalidade geral continua com satisfação da carne. Mas como a Quaresma está relacionada ao Carnaval?

Sexta-Feira da Paixão

O Carnaval termina assim que a Quaresma começa. O primeiro dia da Quaresma é chamado de Sexta-Feira da Paixão.

Quaresma

 O que tem a ver a Quaresma em relação ao Carnaval? A palavra Quaresma significa 40 dias.  a Wiki descreve o que significa a quaresma como sendo “O Tempo da Quaresma é o período do ano litúrgico que antecede a Páscoa cristã, sendo celebrado por algumas igrejas cristãs, dentre as quais a Católica, a Ortodoxa, a Anglicana, a Luterana.

A expressão Quaresma é originária do latim, quadragesima dies (quadragésimo dia). O adjetivo referente a este período é dito quaresmal ou, mais raro, quadragesimal.

Em diversas denominações cristãs, o Ciclo Pascal compreende três tempos: preparação, celebração e prolongamento. A Quaresma insere-se no período de preparação.

Os serviços religiosos desse tempo intentam a preparação da comunidade de fiéis para a celebração da festa pascal, que comemora a ressurreição e a vitória de Cristo depois dos seus sofrimentos e morte, conforme narrados nos Evangelhos.

Esta preparação é feita através de jejum, abstinência de carne, mortificações, caridade e orações”.

O que fazer o verdadeiro Cristão?

Tanto o Carnaval quando a Quaresma não refleti o nosso Deus. Essas duas celebrações não tem nada a ver com o que o nosso Deus tem nos ensinado. As duas foram criadas pelo homem e não por Deus. Até mesmo a Quaresma que é falada como a preparação para a Páscoa não foi comandada por Deus e nunca foi observada por Cristo. Elá não deve ser observada pelo verdadeiro cristão. O verdadeiro cristão segui e observa as palavras de Deus somente. Não queremos cair no mesmo erro do passado quando as pessoas se aproximavam dos profetas e de até mesmo Cristo quando Ele disse, “Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Por que transgredis vós, também, o mandamento de Deus pela vossa tradição?… E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus. Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens”, Mateus 15:3-9.

Leave a comment

Carnaval e suas origens

Quem no Brasil e no mundo afora não tem ouvido de Carnaval? Em países diferentes, o Carnaval é celebrado entre 3 a 7 dias. Muitos de nós esperamos os dias de carnavais porque sabemos que serão dias de muita folia, bebedeira, alegria e muitos prazeres pessoais.

Vemos que nestes dias a criminalidade sobe, o índice de assaltos e acidentes aumenta; o índice de briga e violência aumenta; e as nossas rodovias se enchem de acidentes muito por causa de bebedeira.

Mas, isso não diminuiu a vontade de celebrar os dias Carnavalescos. A razão disso é claro, sabemos que teremos muitas alegrias nesses dias em muitas situações diferentes.

Mas, de onde surgiu o Carnaval? Teve o Carnaval origem de algum dia pagão?

Vamos pesquisar um pouco o que é o Carnaval e tomar nossas decisões se o cristão verdadeiro de Deus deve se envolver nessa tradição.

 A origem do Carnaval

 Como veremos o Carnaval é muito antigo. A história tem registro do Carnaval desde império Romano. A ideia de que o Carnaval veio da África não é correta. O Carnaval se originou na Europa nos tempos medievais.

Note o que a Wiki fala da origem e do significado do Carnaval, “O Carnaval é uma festa que é marcada pelo ‘adeus à carne’ que a partir dela se fazia um grande período de abstinência e jejum, como o seu próprio nome em latim ‘carnis levale’ o indica. Para a sua preparação havia uma grande concentração de festejos populares. Cada lugar e região brincava a seu modo, geralmente de uma forma propositadamente extravagante, de acordo com seus costumes.

Carnaval

Pensa-se que terá tido a sua origem na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C, através da qual os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica em 590 d.C. antes da Quaresma”.

Podemos ver que o Carnaval não se originou no Brasil ou qualquer outro país, mas sim na Europa, ou seja, mais especificamente, na Itália.

Vejamos o que mais poderemos ler sobre o Carnaval, “A festa Carnavalesca surgiu a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma. Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-Feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma. A palavra “Carnaval” está, desse modo, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão “carnis valles”, que, acabou por formar a palavra “Carnaval”, sendo que “carnis” em latim significa carne e “valles” significa prazeres.

Em geral, o Carnaval tem a duração de três dias, os dias que antecedem a Quarta-Feira de Cinzas. Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados “gordos”, em especial a terça-feira (Terça-Feira Gorda, também conhecida pelo nome francês Mardi Gras). O termo mardi gras é sinônimo de Carnaval”.

Em outras referencias, vemos, “No século XIII, os nobres franceses começaram a promover grandes festas em que era obrigatório o uso de máscaras e  roupas luxuosas – os bailes – e provavelmente foi assim que surgiram as primeiras festas à fantasia. Essas festas logo ficaram populares entre as altas classes em toda Europa e se espalharam por todo o mundo, sendo comuns atualmente”.

 O Carnaval se relaciona ao paganismo?

 Vemos que o Carnaval foi criado para que possamos satisfazer-nos através de várias coisas como sexo, orgia, drogas, festas, bebedeira, etc. Claramente está escrito que é para isso que o Carnaval foi criado. Observe mais, “O Carnaval da Antiguidade era marcado por grandes festas, onde se comia, bebia e participava de alegres celebrações e busca incessante dos prazeres”.

Mas o que é falado em relação ao paganismo? O Carnaval está relacionado a deuses pagãos? Vamos ver que até esta pequena pesquisa do Carnaval, podermos ver que deuses pagãos são relacionados ao Carnaval…

“As pessoas trocavam presentes, um rei era eleito por brincadeira e comandava o cortejo pelas ruas (Saturnalicius princeps) e as tradicionais fitas de lã que amarravam aos pés da estátua do deus Saturno eram retiradas, como se a cidade o convidasse para participar da folia”.

carnaval2Em outra referência, “… O ritual ocorria no templo de Marduk, um dos primeiros deuses mesopotâmicos, onde o rei perdia seus emblemas de poder e era surrado na frente da estátua de Marduk. Essa humilhação servia para demonstrar a submissão do rei à divindade. Em seguida, ele novamente assumia o trono”.

Em outra referencia vemos isso, “A origem do Carnaval é incerta, mas acredita-se que tenha surgido na Grécia por volta do ano 520 a.C. Era uma festa em que o vinho era fundamental e as pessoas se reuniam em nome do deus Dionísio com a única intenção de se divertirem, celebrar a chegada da primavera e a fertilidade. Esse tipo de comemoração se tornou popular em Roma durante os primeiros séculos da era cristã”.

Sim, podemos ver que está claramente escrito que a origem do Carnaval está relacionada a deuses pagãos. Se alguém ainda tiver dúvida disso, veja que o Carnaval está totalmente voltado a prazeres carnais com grande imoralidade sexuais. O cristão verdadeiro não poderá se envolver neste tipo de celebração.

 “Saia dela meu povo”

           Sabendo disso o que deve um cristão verdadeiro fazer. Eles devem entrar nestas festas junto com a tradição do povo e se alegrar em suas atividades já que todos estão fazendo a mesma coisa? O que fazer então? Devemos satisfazer os nossos desejos carnais de bebida, sexo, extravagância, etc. já que parece ser normal nestes dias de carnavais?

Não precisamos nem muito falar sobre isso, pois a resposta está bem clara. Vivemos nesse mundo, mas não somos parte desse mundo. Não precisamos fazer as coisas que esse mundo faz.

          E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas”, Apocalipse 18:4.

Deus fala bem claro que estamos no mundo, mas que não devemos nos submeter a esse mundo porque se assim fizermos então também nos seremos punidos com o mundo como a escritura acima nos ensina.

Cristo viveu nesse mundo, mas não era parte desse mundo, E dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo”, João 8:23.

Cristo falou claramente que Ele nos tirou desse mundo e que devemos sair de fazer as coisas desse mundo,Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia”, João 15:19.

Sabendo, pois, que não é desse mundo, não precisa fazer as coisas do mundo

e se tornar um inimigo de Deus e de Seu filho.

_________________________________________________________________________

História do Carnaval e suas origens:
http://www.brasilescola.com/Carnaval/historia-do-Carnaval.htm
Carnaval:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Carnaval
Historia do Carnaval:
http://historia-do-Carnaval.info/
O Carnaval e Seus Efeitos Negativos:
http://unicidadeeluz1.wordpress.com/2011/02/01/o-carnaval-e-seus-efeitos-negativos/

Leave a comment