Archive for category Reino de Deus

Por que Deus permite o sofrimento? Part 3 e final

As Eras

Era da Desolação até a Era da Instrução (1 a 2.000 anos): Essa era começou quando a terra era desolada e arruinada (Gênesis 1:2). Durante esta era, Adão e Eva foram expulsos do Jardim do Éden (Gênesis 3:1-4); o dilúvio aconteceu e destruiu a terra durante o tempo de Noé (Gênesis 7:1-8; 22); e os povos foram espalhados pela terra no tempo da Torre de Babel (Gênesis 11:1-9). A transição entre A Era da Desolação e a Era da Instrução aconteceu em meados do ano Jubileu 40.

Antes de o universo ser criado, havia Deus (João 17:5). No começo, Deus criou o universo físico no Dia 1, do Mês 1 do Ano Espiritual 1 em meados do Ano Jubileu 0 (Gênesis 1:1). O mundo criado ficou perfeito por 179 dias antes de ser destruído pela rebelião de Satanás que arruinou e desolou o universo (Gênesis 1:2). Nesse momento, a luz foi separada da escuridão no Dia 1, do Mês 7 no Ano Civil 1 (Gênesis 1:3). Deus criou o universo físico durante os sete dias de criação, iniciando o primeiro ano Jubileu. A contagem regressiva para o final de todas as eras começou no Dia 1 da criação espiritual do universo físico. 

Alguns tem calculado essa transição acontecendo no Dia 1 do Mês 1 no ano Espiritual 2001. Isso equivale no calendário Juliano como dia 10 de Abril de 1986 a.C.

Era da Instrução até a Era do Messias (2001 à 4001): Este era conhecida também como era do Torá. Este era aconteceu quando Moisés recebeu as instruções no Monte Sinai de Deus. Todos os profetas de Elias até Malaquias viveram nesta época e o Messias nasceu no final desta era (Hebreu 9:26).

Foi nessa Era de Instrução que o Criador estabeleceu Sua aliança através de Abraão com a humanidade (Gênesis 12:1-9; 13:14-17; 15:1-21; 17:1-27; 22:1-18), e Isaque (Gênesis 26:1-5; 26:23-25), Jacó (Gênesis 28:10-22; 35:9-15), e Moisés (Êxodos 19:16-24:3), e Davi (Salmos 89:3-4; 89:19-37).

Muitos profetas foram enviados a Israel durante esta Era. O próprio Messias nasceu no final desta Era de Instrução (Mateus 1:18-25; Lucas 2:6-7; Hebreus 9:26).

Isaías profetizou que os filhos de Israel seriam ensinados por Cristo (Isaías 54:13), e foi exatamente o que aconteceu durante a Era do Messias. O Messias ensinou em parábolas, e depois renovou a aliança com a humanidade em dar Sua própria vida para todos que acreditam e obedecem a Ele (Jeremias 31:31-34, Hebreus 8:8-12)

A transição entre a Era da Instrução e a Era do Messias ocorreu em meados do ano Jubileu 80.

Alguns tem calculado que essa Era de Instrução ou Era do Messias aconteceu no segundo dia da semana, no Dia 1 do Mês 1 no ano Espiritual de 4001; no calendário Juliano seria Domingo, dia 10 de Março do ano 15 d.C.

O Messias veio para resgatar Israel no começo da Era do Messias (Lucas 24:21; Gálatas 4:4-5; Tito 2:11-14). Ele retornará como o Salvador do mundo no final desta era (João 4:42; 1 João 4:14). Suas obras no começo e no fim desta era levou o nome Dele para está era.

 Por que Deus permite sofrimento?sufering

             Como vemos aqui, notamos que Deus deixou o homem seguir e fazer o que achar que é certo. Isso aconteceu depois da desobediência de Adão e Eva. Deus deu a humanidade 6 mil anos para fazermos o que queremos. A seguir e tomar as decisões de que achamos que é correto. E assim Deus nos deu 120 anos de Jubileus que corresponde a 6 mil anos. Estamos chegando bem perto do final desses 6 mil anos.

Deus deixou Satanás encarregado da terra neste tempo. Hoje em dia, Satanás ainda é o governante dessa terra, “Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência”, Efésios 2:2. Como ilustração aqui, Satanás transmite suas emoções sentimentos maligno pelo ar e nos como ser humano captamos esses ondas malignas vindo dele como uma antena de transmissão de radio ou telefone celular.

 Satanás é o deus desse mundo

             Jesus Cristo explicou com bastante clareza que Satanás é o deus [“d” minúsculo] desse mundo. Note algumas escrituras…

             “Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim”, João 14:30.

             “Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus”, 2 Coríntios 4:4.

Aqui está a resposta da pergunta. Deus deixa o sofrimento acontecer porque este não é seu mundo ainda. Deus não governa esse mundo. Deus não é o Deus desse mundo. É claro que Deus coloca um limite nas coisas que Satanás e os demônios fazem senão é claro, todos nós seriamos executados por eles. Mas Deus não governa o mundo nesse momento. Mas, isso mudará.

towerDepois que os 6 mil anos passarem, Deus restaurará tudo para Ele, “O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio”, Atos 3:21.

            Nesse tempo, Deus irá prender o Diabo, “vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo”, Apocalipse 20:1-3 e restaurará o governo de Deus nessa terra.

Sim, o próprio Jesus disse que Satanás já foi julgado e condenado porque Cristo venceu o mundo, “E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado”, João 16:11.

 Deus governará a terra

             Sim, o tempo chegará onde o Senhor governará a terra. Que lindo será o mundo de amanhã. Estamos tão próximo dele. Deus não deixará existir a violência e finalmente o homem aprenderá o caminho da paz que é em obedecer às palavras de Deus, “E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerrear”, Isaías 2:4.

            Os desertos terão água, “Então os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se abrirão. Então os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará; porque águas arrebentarão no deserto e ribeiros no ermo. E a terra seca se tornará em lagos, e a terra sedenta em mananciais de águas; e nas habitações em que jaziam os chacais haverá erva com canas e juncos”, Isaías 35:5-7.

            Sim, há tanta indicação do como será o mundo de amanhã. Tudo será diferente.

 “A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco. Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar”, Isaías 11:7-9Até a natureza dos animais serão mudados. O leão comerá palha e não matará mais por carne. E não haverá qualquer tipo de violência na terra onde Deus chama de “santo monte”. Será um mundo feliz e pacífico.

 Deus encherá a terra de seus conhecimentosea

             “Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar”, Isaías 11:9.

Sem dúvida alguma, uma das melhores coisas que acontecerá no mundo de amanhã não é que não vai haver doença, ou violência ou destruição dos homens e animais ou fome ou seca, mas que Deus nos dará toda a sua palavra.

Nós poderemos seguir nossas vidas aqui na terra seguindo todas as palavras de Deus. Em tudo, horaremos nosso Deus. Não mais por conta própria iremos escolher o bem e o mal, pois o homem simplesmente não sabe. Veremos a destruição que o homem causou a si mesmo por 6 mil anos que Deus deixou por conta dele.

Sim, até que enfim aprenderemos o confiar em Deus e segui-Lo. Ele nos derramará o Seu Espírito Santo na terra e todos nós conheceremos os mistérios de Deus, “E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne… naqueles dias derramarei o meu Espírito”, Joel 2:28-29.

 Deus, o Deus da terra

             Deus passará a ser o Deus da terra. Dele se livrará do diabo e passará a governar a terra como nosso Deus com grande justiça e misericórdia…

             prayingman“E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis”, Apocalipse 21:1-5.

 Que maravilha! Quando Deus não permitirá mais o sofrimento

Leave a comment

Reino de Deus, parte 2

Para baixar as lições em PDF, clique aqui

O propósito da criação do homem é diferente dos anjos

No início, Cristo criou os anjos. É bem possível que a intenção de Deus Pai e Jesus Cristo eram aumentar a Sua família. A bíblia não diz quantos anjos foram criados. Pode ser um número muito grande.

Os anjos foram criados adultos. Eles não foram criados como crianças e cresceram com o tempo. Eles são seres espirituais e não precisam crescer. Eles então não foram testados no amor e obediência de seu criador. Na medida do tempo, muitos se rebelaram contra o seu próprio criador ao comando de Lúcifer que se tornou Satanás. Os anjos rebeldes se tornaram demônios.

É bem possível que Deus Pai e Jesus Cristo viram que precisavam criar seres que seriam testados em obediência e amor para que este tipo de rebeldia não aconteça mais em Sua família. Eles decidiram criar o homem.

O homem nasce e cresce e passa por várias tribulações nesta terra. Essas tribulações os ajudam a confiarem, amarem e obedecerem a Deus. Neste processo de aprendizagem, vários tipos de tribulações acontecem, “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”, João 16:33. Muitos tipos de testes são dados para a pessoa, “De maneira que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejas de Deus por causa da vossa paciência e fé, e em todas as vossas perseguições e aflições que suportais; Prova clara do justo juízo de Deus, para que sejais havidos por dignos do reino de Deus, pelo qual também padeceis”, 2 Tessalonicenses 1:4-5.

Estamos aqui então nessa terra, nessa jornada pela terra, sendo testados em vários tipos de aflições e nisso estamos amadurecimento em nosso amor e obediência por Deus. Esta jornada os anjos não tiveram. Eles já foram criados adultos e já colocados na família de Deus.

Os humanos não são criados adultos e eles não são colocados na família de Deus imediatamente. São os testes que Deus nos dá enquanto estamos nessa vida que Deus no prova se amamos Ele com todo o coração e alma, “… porquanto o Senhor vosso Deus vos prova, para saber se amais o Senhor vosso Deus com todo o vosso coração, e com toda a vossa alma”, Deuteronômio 13:3.

Então o ser humano poderá falar como o apostolo Paulo no final da vida dele e da imensidão de testes, aflições e tribulações que ele sofreu, “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda”, 2 Timóteo 4:7-8.

Os anjos nunca tiveram essa jornada, ou carreira com falou Paulo. Eles não foram testados. Talvez essa falta de tribulação e de testes os deixou mais expostos a adquirirem atitudes contrarias a Deus e os levaram a rebelar contra o próprio criador deles.

Depois que os humanos que estão sendo chamados a servirem a Deus forem qualificados, depois de eles morrerem, eles serão ressuscitados para a família de Deus. Estas ressuscitações a Bíblia nos mostra que acontecerá duas vezes. Neste momento, na família de Deus tem somente um ser, que é o nosso Salvador e Criador, Jesus Cristo – por Ele, e através Dele e Nele foram criado tudo no mundo invisível e visível – Ele é o início e o fim de tudo.

 O homem é Deus porque ele é filho de Deus

             Se a finalidade do homem é ser filho de Deus então ele será também Deus, “Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus”, 1 João 3:1.

Não fique admirado quando falamos isso. Como pode alguém ser parte da família de Deus e não ser Deus. A mesma coisa acontece na terra. Se a pessoa nasceu dentro de uma família, então ela será parte daquela família e todas as coisas que pertence àquela família. Os filhos dos reis já nascem príncipes e alguns se tornaram reis também.

Do mesmo jeito, os que entrarão na família de Deus, serão também deuses sendo Deus Pai o pai da família. Nesta família já existe um filho nascido nela, Jesus Cristo. O restante da humanidade espera este dia de salvação. Aí está à razão do porque estamos aqui sendo treinados através da várias tribulações para amar e a obedecer ao nosso Deus Pai. Uma vez que o ser humano através do curso da vida dele prova a Deus que ele o ama, Deus o ressuscitará em Sua família e ele ser tornará um Deus. Observe o que Cristo tem falado…

            “Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo. Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses?”, João 10:33-34.

Como vemos aqui, Jesus declara claramente que todos os que vivem de acordo com Deus são deuses. Consequentemente eles nasceram na família de Deus. Não há dúvida sobre isso.

 A Família de Deus é o Reino dos Céus e o Governo de Deus

             Não há segredo nenhum que o Reino dos Céus, o governo de Deus, é a própria família de Deus. Os membros dessa família terão poder sobre a terra. Cada um receberá conforme eles viveram de acordo com Deus – obedecendo todas as palavras de Deus – com amor e respeito. Esses são os que agora estão sendo chamados. Esses estão neste mesmo momento vivendo e agindo e pensando conforme Deus. Jesus quando voltar trará com ele a recompensa para eles…

“Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras”, Mateus 16:27.

             Jesus disse a segunda vez mostrando que isso certamente acontecerá…

 “E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra”, Apocalipse 22:12.

 Os filhos de Deus terão autoridade na terra

             É claro não podemos descrever tudo que esses receberão “segundo as suas obras”. O que podemos afirmar por certo é que eles terão cargos diferentes na família de Deus. Alguns serão sacerdotes num sentido de ensinar, pregar no Sábado e ficar muito envolvidos na alfabetização do povo da terra. Enquanto outros ficaram mais responsáveis na execução da palavra de Deus como os executivos como presidentes, governadores, prefeito, etc. Isto está bem claro na Bíblia…

 “E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém”, Apocalipse 1:6.

“E para o nosso Deus nos fizeste reis e sacerdotes; e reinaremos sobre a terra”, Apocalipse 5:10.

Eles terão autoridade sobre a terra, “E, ouvindo eles estas coisas, ele prosseguiu, e contou uma parábola; porquanto estava perto de Jerusalém, e cuidavam que logo se havia de manifestar o reino de Deus. Disse pois:”

 “Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um reino e voltar depois. E, chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu venha. Mas os seus concidadãos odiavam-no, e mandaram após ele embaixadores, dizendo: Não queremos que este reine sobre nós. “E aconteceu que, voltando ele, depois de ter tomado o reino, disse que lhe chamassem aqueles servos, a quem tinha dado o dinheiro, para saber o que cada um tinha ganhado, negociando.”

 “E veio o primeiro, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu dez minas. E ele lhe disse: Bem está, servo bom, porque no mínimo foste fiel, sobre dez cidades terás autoridade.”

 “E veio o segundo, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu cinco minas. E a este disse também: Sê tu também sobre cinco cidades.”

 E veio outro, dizendo: Senhor, aqui está a tua mina, que guardei num lenço; Porque tive medo de ti, que és homem rigoroso, que tomas o que não puseste, e segas o que não semeaste. Porém, ele lhe disse: Mau servo, pela tua boca te julgarei. Sabias que eu sou homem rigoroso, que tomo o que não pus, e sego o que não semeei; Por que não puseste, pois, o meu dinheiro no banco, para que eu, vindo, o exigisse com os juros? E disse aos que estavam com ele: Tirai-lhe a mina, e dai-a ao que tem dez minas. (E disseram-lhe eles: Senhor, ele tem dez minas)”, Lucas 19:11-25.

 Mas, quem são esses?

             Vemos que um grupo de pessoas receberá esta grande benção de fazer parte da própria a família de Deus. De viver com Deus Pai e Seu filho na Sua família. Que benção poder ver Deus Pai e Seu filho e poder conversar com Eles. E acima de todas as coisas, saber que Eles nos amam e gostam de passar o tempo deles conosco. Mas, que são essas pessoas?

             “Mas vos sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”, 1 Pedro 2:9.

Este grupo de pessoas é os que a Bíblia menciona como Chamados. Os que hoje em dia estão sendo chamados para viver uma vida segundo Deus. Apesar de viver nesse mundo junto com todas as tentações do mundo, mesmo assim, eles vivem diferentes deles porque a eles somente querem viver segundo Deus e zelosamente obedecer todas as leis e mandamentos de Deus. Não somente isso, mas todas as coisas que são agradáveis a Deus. Esses são os chamados…

 “Porque, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados”, 1 Coríntios 1:26.

 “Por isso também rogamos sempre por vós, para que o nosso Deus vos faça dignos da sua vocação, e cumpra todo o desejo da sua bondade, e a obra da fé com poder”, 2 Tessalonicenses 1:11.

“Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis”, 2 Pedro 1:10.

 1. Essa vocação, ou chamada, está acontecendo a todos na terra?

Comentário: A resposta que temos na Bíblia é não. Deus está chamando muita pouca pessoa hoje em dia. Poucos na terra estão recebendo esta chamada de Deus para que eles se arrependam e mudem suas vidas segundo a de Deus, “Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos”, Mateus 22:14.

A seriedade desta chamada é séria. Se devemos responder essa chamada, devemos andar como Deus, ou Jesus Cristo, andou. Devemos seguir a Deus em todas as Suas palavras e leis e mandamentos e com a grande satisfação de assim fazer. É uma grande benção poder ter essa oportunidade de viver e ser chamado filho de Deus. Mas, nisso devemos andar como Jesus andou – igual a Deus pois Ele é Deus – o Filho de Deus – o Seu primeiro nascido na família de Deus, “Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus”, Colossenses 1:10.

Leave a comment

Que é o Reino de Deus?

Para baixar as lições em PDF, clique aqui

Que é o Reino de Deus? Ele existe, existiu ou vai existir? Olhemos o que esse Reino é?

“Mas, como cressem em Filipe, que lhes pregava acerca do reino de Deus, e do nome de Jesus Cristo, se batizavam, tanto homens como mulheres”, Atos 8:12. Sim, com certeza esse Reino ainda virá a terra. Hoje ele não está aqui na terra mas está chegando num futuro bem perto.

“Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto”, Lucas 21:31. O Reino está chegando! Jesus até falou das coisas que começaram a aparecer neste mundo antes da vinda do Reino.

Este Reino, é claro, também tem leis e mandamentos. Como o nome fala claramente, Reino de Deus, então suas leis e mandamentos e todas as leis de governo são baseadas em Deus. Tudo que Deus fala, todas as suas palavras, as leis e mandamentos, serão as regras que terão este Reino.

Note que a razão principal que Deus Pai enviou Jesus a essa terra é para pregar sobre esse Reino, “Ele, porém, lhes disse: Também é necessário que eu anuncie a outras cidades o evangelho do reino de Deus; porque para isso fui enviado”, Lucas 4:43.

O Reino de Deus é a família de Deus, ou seja, todos aqueles que tem o Espírito Santo de Deus. Todos aqueles que tem aceitado e hoje só fazem as coisas que são de Deus e agradáveis a Ele, “Nem dirão: Ei-lo aqui, ou: Ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus está entre vós”, Lucas 17:21. O Espírito de Deus é o espírito de Deus vivendo dentro de você. Deus declara abertamente, “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus”, Romanos 8:14. Sim, os que tem o espírito de Deus, são filhos de Deus.

Para receber esse espírito, a pessoa tem que se arrepender de seus pecados pois Deus não vive com pecado. É impossível tem Deus dentro de você, através de Seu espírito sendo que você está cheio de pecados em seu coração e mente. O espirito de Deus não vive com o espírito de desobediência, “E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho”, Marcos 1:15. A carne não consegue entender a Deus e nem consegue viver juntos em você, “Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser”, Romanos 8:7. Eles são, na realidade, inimigos.

Mas, como poderemos ter esse espírito? Muito simples, teremos de viver de acordo como qualquer cidadão do Reino de Deus. Teremos de viver pelas palavras de Deus. Teremos de agir de acordo com as palavras de Deus. Teremos de viver igual ao jeito que Jesus viveu, “Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade”, 1 João 1:6.

A exigência para ter o espírito de Deus e se tornar filho de Deus e fazer parte do Reino de Deus é necessário que se arrependa, “E, saindo eles, pregavam que se arrependessem”, Marcos 6:12.

Tão importante é o arrependimento que Deus nos fala duas vezes, “Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis… Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis”, Lucas 13:3,5.

Então comecemos a ouvir o que o nosso Deus esta nos alertando. Ele quer que arrependemos de nossa atitudes egoístas desta carne. Ele quer que mudamos nossa maneira de ser. Que sejamos mais e mais igual a Ele. Não deixemos que os alertas e o perigo das consequências nos pegue de surpresa, “Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca”, Apocalipse 2:16.

Arrependemos e recebamos o espírito de Deus.

2 Comments