“Eu sou o Senhor, vosso Deus”

Temos um Deus organizado e não de baderna

           O nosso Deus é um Deus organizado. Ele planeja as coisas. Ele não gosta de baderna e desorganização. As coisas com Deus são feitas em ordem. Tudo muito bem esclarecido. Ele vive num mundo onde não há bagunça. Ele vive num mundo não caótico, confuso e desordenado.

Não sei se percebeu os estados das estrelas no universo. Olha os planetas e que estado destrutivos, árido e sem vida eles contém. Isso não veio de Deus. Estude neste blog a guerra que Satanás travou no céu e Deus manteve a destruição que Ele causou para aprendizado para nós.

O apóstolo Paulo disse, “Mas faça-se tudo decentemente e com ordem”, 1 Coríntios 14:40.

 O nosso Deus não precisa jurar

           Quem de nós não temos jurado em nossas vidas? Quando uma pessoa quer ter a certeza que a outra está falando a verdade, geralmente falamos, “você jura?”. Nós não somente tempos perguntado isso como também temos falado, “juramos”.

Não é assim com Deus. A palavra Dele é certeza. Deus é a verdade. Novamente, não é que Ele fala a verdade, Ele é a própria verdade. Ele é a origem da verdade. Ele deu o significado da palavra verdade. Portanto, nisso temos a certeza de que qualquer coisa que Ele fala, é simplesmente e puramente a verdade.

O filho Dele nos encorajou a falar somente a verdade. Ele nos encorajou a parar de jurar porque não há significado. Se a sua palavra é a pura verdade então obviamente não há necessidade de jurar. Note o que Jesus falou, “Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus; Nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei; Nem jurarás pela tua cabeça, porque não podes tornar um cabelo branco ou preto. Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna”, Mateus 5:34-37.

Novamente, “Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação”, Tiago 5:12.

“Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?”, Números 23:19.

          “Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos”, Tito 1:2.

 Deus criou Dias Santos

           Deus desde o início dos tempos, antes da criação física, Ele planejou a criação de Dias Santos nos quais devem ser observados e serão observados por toda eternidade. Esses Dias têm significados espirituais. Eles explicam em detalhes de como Deus concretizará Seu plano de criar Sua própria família.

Estes Dias indicam de como será e quando e de que maneira ocorrerão as etapas da criação da família de Deus. Neste estudo não entrarem em detalhes sobre cada um destas datas santas marcada. Mas, por favor, leia o estudo das Festas Santas para saber em detalhes destes dias santos (lição 10 a 19). Observe as escrituras onde Deus ordena em detalhes que esses são dias de solenidades, ou festas santas, ou dias santos, que devemos observar…

          “Depois falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: As solenidades do Senhor, que convocareis, serão santas convocações; estas são as minhas solenidades”, Levítico 23:1-2.

          “Estas são as solenidades do Senhor, as santas convocações, que convocareis ao seu tempo determinado”, Levítico 23:4.

          “Estas são as solenidades do Senhor, que apregoareis para santas convocações, para oferecer ao Senhor oferta queimada, holocausto e oferta de alimentos, sacrifício e libações, cada qual em seu dia próprio”, Levítico 23:37. Não há necessidade de fazer sacrifícios hoje porque Cristo veio e morreu no lugar desses animais para fazer expiação dos nossos pecados. Mas, os dias santos devem mesmo assim ser observados com estudo bíblicos or serviços na igreja.

          “Assim pronunciou Moisés as solenidades do Senhor aos filhos de Israel”, Levítico 23:44.

          “Semelhantemente, no dia da vossa alegria e nas vossas solenidades, e nos princípios de vossos meses, também tocareis as trombetas sobre os vossos holocaustos, sobre os vossos sacrifícios pacíficos, e vos serão por memorial perante vosso Deus: Eu sou o Senhor vosso Deus”, Números 10:10.

1. Como observar os Dias Santos?

Comentário: Os Dias marcados por Deus devem e serão observados por toda eternidade.

Observamos esses Dias em estudos e meditação a Deus. Um dia onde paramos de fazer nossas próprias coisas e concentramos toda a toda nossa energia e alma em Deus. Não devemos nos distrair com coisas desse mundo.

Alguns passam o dia em estudos enquanto outros reúnem em grupos em casa ou igrejas.

De qualquer maneira, os Dias Santos são de Deus e não nosso. Não os observamos baseado no que achamos que devem ser. Esses Dias Santos são de Deus e não nosso. Devemos observar para Deus e não para nós. Respeitem esses dias, pois são santos para Deus.

Esses dias são: Páscoa; Festa dos Pães Ázimos; Festa de Pentecostes; Festa de Expiação; Festa das Trombetas; Festas de Tabernáculos; Festa do Último Dia. Estude sobre estas Festas ou Dias Santos de Deus.

 “Eu sou o Senhor vosso Deus”

           Deus tem em muitas escrituras faladas dessa maneira. É claro Ele fala isso porque Ele é o nosso Deus. Mas, sendo Ele o nosso Deus, Ele requeri que O obedecemos. Porque se Ele é o nosso Deus então nós somos aqueles que o seguimos em amor e confiança…

          “Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Eu sou o Senhor vosso Deus. Não fareis segundo as obras da terra do Egito, em que habitastes, nem fareis segundo as obras da terra de Canaã, para a qual vos levo, nem andareis nos seus estatutos. Fareis conforme os meus juízos, e os meus estatutos guardareis, para andardes neles. Eu sou o Senhor vosso Deus. Portanto, os meus estatutos e os meus juízos guardareis; os quais, observando-os o homem, viverá por eles. Eu sou o Senhor”, Levítico 18:1-5.

             Da única maneira que Deus continuará a ser nosso Deus é se seguimos as Suas leis e mandamentos e de Tudo que Ele pediu para gente. E mais, além disso, devemos fazer as coisas que são agradáveis aos Seus olhos, “Para que vos lembreis de todos os meus mandamentos, e os cumprais, e santos sejais a vosso Deus. Eu sou o Senhor vosso Deus, que vos tirei da terra do Egito, para ser vosso Deus. Eu sou o Senhor vosso Deus”, Números 15:40-41.

 Obedeça ao Senhor nosso Deus

           Para termos um relacionamento em harmonia com Deus não é muito deferente do que termos relacionamento de harmonia com nossa esposa ou marido. Fazemos as coisas que são agradáveis a ele(a). Não fazemos coisas contrárias a que ele(a) não gosta pois isso só causa briga.

Da mesma forma, com Deus, para termos um relacionamento com Deus devemos fazer as coisas que Ele nos ordenou. Como podemos ter algum relacionamento com Deus se não fazemos o que Ele nos pedi, “Olhai, pois, que façais como vos mandou o Senhor vosso Deus; não vos desviareis, nem para a direita nem para a esquerda. Andareis em todo o caminho que vos manda o Senhor vosso Deus, para que vivais e bem vos suceda, e prolongueis os dias na terra que haveis de possuir”, Deuteronômio 5:32-33.

“Estes, pois, são os mandamentos, os estatutos e os juízos que mandou o SENHOR vosso Deus para ensinar-vos, para que os cumprísseis na terra a que passais a possuir; Para que temas ao Senhor teu Deus, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos, que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida, e que teus dias sejam prolongados”, Deuteronômio 6:1-2.

O filho de Deus, entretanto, falou mais do que isso. Ele foi mais adiante do que simplesmente obedecer às leis, mandamentos, preceitos, vos e estatutos de Deus. Jesus disse que devemos fazer as coisas que Deus gosta, E aquele que me enviou está comigo, “O Pai não me tem deixado só, porque eu faço sempre o que lhe agrada”, João 8:29.

 Deus Pai quer ser o nosso Deus

           Nós temos um Deus Pai que quer ser o nosso Deus. Ele não fica por aí procurando desculpas para nos destruir. Ele não fica procurando pecados em nós para que não entremos em Sua família. Ele não tem esse desejo que somente os perfeitos serão parte de Sua família. Não, todos esses pensamentos são carnais e não de Deus.

Seu próprio filho falou isso, “Não temais, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino”, Lucas 12:32.

Portanto, sabendo disso, amemos o nosso Pai. Vamos fazer as coisas agradáveis aos olhos Dele; seguir os mandamentos Dele não em atitudes rebeldes, mas com desejo de coração.

Vamos amar o nosso Deus com todo o coração, todas as forças, e com toda a alma porque Ele quer ser o nosso Deus e nós queremos ser Seus filhos…

           “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”, João 4:24.

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: