O Espírito de Deus não é um ser

O que podemos falar sobre a doutrina da Trindade? Essa doutrina pregada por muitas igrejas mais principalmente pela igreja Católica prega o seguinte, Trindade ou Santíssima Trindade é a doutrina acolhida pela maioria das igrejas cristãs que professa a Deus único preconizado em três pessoas distintas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo, Trindade.

Ou seja, essa doutrina explica que Deus é somente um ser no qual se pode ser representado em três seres. Sim, é difícil explicar até mesmo isso. Um ser que na realidade são três seres. Isso é aceito por milhões cristões ao redor desse mundo. Mas, por quê?

A finalidade desse artigo é de mostrar de uma maneira muito simplesmente de que essa doutrina criada pelo homem é falsa. Não há necessidades de escrever várias páginas para mostrar que Deus não é um e ao mesmo tempo três pessoas diferentes.

“Eu e o Pai somos um”, João 10:30

Os que acreditam na Trindade frequentemente usam esse versículo para explicar que Deus é somente um. É claro, isso é falso. Pessoas que moram juntos por muitas décadas como casais também podem falar isso um de outro , não? Você já viu eles falarem que eles vivem juntos a tanto tempo que já sabem o que o outro esta pensando e até mesmo do jeito que um iria agir em certas circunstância. Um ditado no mundo que fala disso é: “cara de um, fusinho do outro”.

É mais do que óbvio o que Cristo falou aqui. Ele e Seu Pai têm vivido juntos por bilhões e não trilhões de anos juntos – já que tempo é espaço não significa nada se você é espírito; e lembra também que Deus criou tempo e espaço. Quando vive com outra pessoa por tanto tempo assim, é claro, você passa a entender precisamente o que o outro pensa e age.

 “Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós”, João 14:20

 Jesus descreve claramente aqui que quando os que vivem igual a Deus tem tudo em comum. Veja que Jesus está em nós como também ele está em Deus. O que Ele está falando aqui é que quando os que vivem em Deus, esse tem o Espírito de Deus e esse age da mesma maneira em todos. Todos apesar de sermos seres diferentes, nós todos teremos a mesma mente em comum. Aqui está a razão do porque o apóstolo Paulo quando ele disse:

 Sede unânimes entre vós [mesma mente]; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos”, Romanos 12:16.

 Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento [mesma mente] e em um mesmo parecer [mesma maneira de ser]”, 1 Coríntios 1:10.

 “Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo [mesma mente], tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa”, Filipenses 2:2.

 Mas, naquilo a que já chegamos, andemos segundo a mesma regra, e sintamos o mesmo”, Filipenses 3:16.

 “Rogo a Evódia, e rogo a Síntique, que sintam o mesmo no Senhor”, Filipenses 4:2.

 Pedro disse também a mesma coisa…

 “Ora, pois, já que Cristo padeceu por nós na carne, armai-vos também vós com este mesmo pensamento, que aquele que padeceu na carne já cessou do pecado”, 1 Pedro 4:1.

Não há dúvida aqui o que os apóstolos estão falando. Todos que vivem iguais a Deus vivem, pensam e agem da mesma maneira – tudo em amor. Sim todos nós somos seres diferentes uns dos outros, mas agimos conforme o amor de Deus.

 Em muitas escrituras Cristo fala de Seu Pai

 Há uma quantidade enorme de escrituras que Cristo fala de Seu Pai como sendo um ser totalmente independente Dele. Ele fala claramente de um ser que existe separado Dele e que este ser tem livre árbitro, ou seja, tem sua própria maneira de pensar – o que vai totalmente contrária a Trindade.

Apesar deste ser que Jesus se referi constantemente como Seu Pai e em algumas ocasiões como sendo o nosso Pai, vive separado Dele. Este Pai de todos nós como também de Jesus tem suas próprias responsabilidades que são diferentes de Jesus.

Os que acreditam na Trindade colocam toda a sua fé baseado em pouquíssimas escrituras e falam o que não entende como aquela que Cristo disse que o Pai vive Nele e Ele no Pai. É claro que eles são um, pois pensam e agem da mesma maneira que é a maneira do amor. Todos que vivem no amor agem da mesma maneira. Eles preocupam como o próximo mais do que neles mesmo.

 Vamos observar algumas escrituras onde Jesus fala de seu Pai…

 Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar”, Mateus 11:27. Jesus declara claramente que existe o Pai separado Dele e que ninguém conhece Ele senão o próprio Filho.

E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres”, Mateus 26:39. Cristo orou várias vezes a Seu Pai como mostra as escrituras. Nessa passagem aqui, Ele pede ao Pai que se for na vontade Dele que Ele não passe pela morte horrível que Ele teve.

“… se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai, com os santos anjos”, Marcos 8:38. Jesus mostra claramente que o Seu Pai tem também Seus próprios anjos e Sua própria gloria que é diferente Dele.

Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono”, Apocalipse 3:21. Jesus disse que Seu Pai também tem um trono como Ele também. Então estamos falando aqui de dois totalmente tronos diferentes. Jesus tem Sua própria gloria, anjos e trono como o Pai também tem Sua própria gloria, anjos e tronos.

“E eu vos destino o reino, como meu Pai mo destinou” , Lucas 22:29. Como o Pai deu um reino [ou autoridade] a Jesus, Jesus disse que dará também autoridade a todos aqueles que o segui e lhe ama como também a Seu Pai.

E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?”, Lucas 2:49. Jesus veio para a terra para tratar dos negócios que o Pai Dele lhe deu. Disso não há dúvida pois Cristo fala em muitas escrituras que foi o Pai que lhe enviou…

Eu sou o que testifico de mim mesmo, e de mim testifica também o Pai que me enviou”, João 8:18.

 Jesus respondeu: Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória não é nada; quem me glorifica é meu Pai, o qual dizeis que é vosso Deus.

E vós não o conheceis, mas eu conheço-o. E, se disser que o não conheço, serei mentiroso como vós; mas conheço-o e guardo a sua palavra”, João 8:54-55. Jesus mostra que Ele conhece o Pai. Que o Pai em um outro ser vivente e independente Dele. E que o Pai conhece Ele. Ele fala também que Ele guarda as palavras do Pai.

          “Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas. Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor. Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai”, João 10:15-18. Não há dúvida que Jesus veio a terra para fazer a vontade de Seu Pai; que Seu Pai deu testemunha disso nas obras que Jesus fazia. Que Jesus obedeceu os mandamentos de Seu Pai e foi só isso que Ele quis fazer nessa terra – Ele queria cumprir a missão que Seu Pai deu a Ele.

 Então…

 Realmente o que falar? Há muitas, mas muitas escrituras que comprovam sem a menor dúvida que o Pai é um ser totalmente diferente de Jesus. Que o Pai pensa e age diferente de Jesus. Veja o que Cristo disse, E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também”, João 5:17.

          Jesus declara também que Seu Pai [um ser diferente Dele] é mais forte do que Ele, “Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu”, João 14:28.

          Sim não há dúvida, Jesus é um ser individual, o Pai é um ser individual. Os dois são unidos pelo Espírito Santo que é o poder de Deus. Está é a razão de o Pai estar em Jesus e Jesus no Pai. Se pensar e agir como eles agem e pensa, você estará em Jesus e Jesus em você.

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: