A paciência e misericórdia de Deus

A paciência e misericórdia de Deus

A paciência e a misericórdia de Deus é algo que nós, seres humanos, não conseguimos entender. A Sua paciência, entretanto pode-se ver através de toda a Bíblia – do início até o fim.

Note por exemplo que Deus estava sempre abençoando aos Israelitas no tempo de Moisés quando eles saíram do Egito. Os Israelitas estavam sempre testando a Deus no deserto, E que todos os homens que viram a minha glória e os meus sinais, que fiz no Egito e no deserto, e me tentaram estas dez vezes, e não obedeceram à minha voz”, Números 14:22. Poderemos dizer até que Deus está sendo até misericordioso em dizer isso, pois certamente eles reclamavam muito Dele, muito mais do que dez vezes.

Observam novamente que o povo não cessava de provocar a Deus e Deus continuava a abençoá-los, E disse o Senhor a Moisés: Até quando me provocará este povo? e até quando não crerá em mim, apesar de todos os sinais que fiz no meio dele?”, Números 14:11. É claro que até com Deus chega a um ponto que é demais, mas o que estamos falando aqui é que esse ponto é grandemente maior do que o ser humano que nem mesmo conseguimos entender.

E quem não conhece a história de Abraão quando ele negociou com Deus sobre Sodoma e Gomorra. A decisão no céu já tinha sido feita. Essas duas cidades estavam em grande imoralidade e que reclamações chegavam ao céu constantemente que o próprio Deus, Cristo, decidiu vir aqui e investigar, Disse mais o Senhor: Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito, descerei agora, e verei se com efeito têm praticado segundo o seu clamor, que é vindo até mim; e se não, sabê-lo-ei” , Gênesis 18:20-21.

Continuando lendo verá como Abraão conseguiu mudar a mente de Deus. A paciência de Deus em ouvir a Abraão e a misericórdia de Deus em fazer o que Abraão tem pedido é realmente bem visível.

E há centenas de escrituras na Bíblia que se escrevermos todas seria muitas páginas escritas que indica o quanto o Criador e humilde, paciente e misericordioso.

 Até os anjos não entendem

 Os anjos não são perfeitos e aprendem também de Seu criador. Um poderia até pensar que os anjos que vivem com Deus, que estão perante Deus e escutam da própria boca de Deus as palavras que carregam vida – palavras muito lindas e abençoadas cheia de amor e sabedoria e misericórdia – que somente poucos têm ouvido – que os anjos também teriam os mesmos sentimentos de Deus. Mas, não é assim. Os anjos também não conseguem entender a paciência e misericórdia e a compaixão de Deus…

Então o anjo do Senhor respondeu, e disse: Ó Senhor dos Exércitos, até quando não terás compaixão de Jerusalém, e das cidades de Judá, contra as quais estiveste irado estes setenta anos?”, Zacarias 1:12. A coisa mais incrível é a resposta que Deus deu ao anjo; mesmo o anjo estando certo, respondeu o Senhor ao anjo, que falava comigo, com palavras boas, palavras consoladoras”, Zacarias 1:13.

 Deus estará sempre conosco

           O próprio Jesus nos ensina que Ele e o Pai estarão conosco até o final das eras. Ele não nos abandonará,Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei”, Hebreus 13:5.

Novamente, Cristo fala para a gente que estará sempre com a gente. Todas as pessoas que vivem de acordo com Deus, obedecendo todas as Suas palavras, Deus Pai e Seu filho estarão sempre com eles. Note a afirmação disso novamente por Cristo,Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.”, Mateus 28:20.

 Deus nos ama

           Deus ficará com todos que O ama; até o final dos tempos. A Sua misericórdia, compaixão e paciência para aqueles que observam todas as Suas palavras são incrivelmente enormes. Ele nunca nos abandonará e nem nos deixará. Mas, entretanto, todo o Seu povo tem que se arrepender e não viver no pecado,Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam”, Atos 17:30.

          Deus nunca nos abandonará. Nunca Ele fugirá de nossa presença para sempre. Pois o amor que Ele tem por nós é infinitamente maior do que temos por Ele, “Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados”, 1 João 4:9-10.

 A paciência de Deus com cada um de nós

            Quantas vezes você perdoa uma pessoa que lhe está fazendo o mal? E as pessoas que simplesmente lhe odeia, você procurar ficar com eles? Pessoas que a única que eles querem é falar mal a você e tudo que eles possam fazer para lhe destruir. Você viveria com esta pessoa? Ou teria a mínima vontade de saber como eles estão. É claro que quem não sabe a resposta disso. Não ficamos com pessoas que quer nos fazer mal, não é mesmo.

Temos já a tendência humana de afastarmos de pessoas que não gosta da gente. E nós, muitas vezes, procuramos até mesmo ter revanche dessas pessoas não é mesmo. Mas, não é assim com o nosso Deus. Deus não pensa e não age igual a nós. Observe esse amor que nós humanos não conseguimos entender…

           “Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam”, Êxodo 20:5.

           “Que guarda a beneficência em milhares; que perdoa a iniqüidade, e a transgressão e o pecado; que ao culpado não tem por inocente; que visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até a terceira e quarta geração”, Êxodo 34:7.

           “O Senhor é longânimo, e grande em misericórdia, que perdoa a iniqüidade e a transgressão, que o culpado não tem por inocente, e visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos até a terceira e quarta geração”, Números 14:18.

           “Não te encurvarás a elas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam”, Deuteronômio 5:9. E àquele que o ama… E faço misericórdia a milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos”, Deuteronômio 5:10.

          Aqui está a paciência, misericórdia e compaixão de Deu. Ele visita os que O odeia até a quarta geração, ou seja, mais ou menos 400 anos. O nosso Deus é: “… misericordioso e piedoso, tardio em irar-se e grande em beneficência e verdade; que guarda a beneficência em milhares; que perdoa a iniqüidade, e a transgressão e o pecado…”, Êxodo 34:6-7.

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: