Cristo a nossa nova aliança com Deus

A PÁSCOA

 A Páscoa apesar de não ser um dia santo, ela deve ser observada também. Este é o dia que o nosso Senhor e Salvador Jesus morreu. Este é um dia onde lembramos Jesus. Observe a comparação que Jesus faz da Páscoa e Ele mesmo, “Bem sabeis que daqui a dois dias é a páscoa; e o Filho do homem será entregue para ser crucificado”, Mateus 26:2. Jesus sabia que Ele era a Páscoa.

 Jesus comparou a cerimônia da Páscoa, o vinho e o corpo, como sendo Seu próprio sangue e corpo, “E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos; Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados. E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide, até aquele dia em que o beba novo convosco no reino de meu Pai”, Mateus 26:27-29.

A Páscoa e muito importante pois ela representa Jesus como o Mestre mesmo falou, “E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim”, Lucas 22:19.

A Páscoa foi criada como uma nova aliança com Deus. Esta aliança foi criada como o sangue de Cristo, pois o pecado requer sangue. A morte de Cristo, sendo Ele inocente, foi morte como um cordeiro para ser aceito pelo Pai. Toda vez que pecamos e nos arrependemos, podemos pedir ao Pai para perdoar nossos pecados no sangue de Jesus Cristo. Note que Ele mesmo falou isso:

“Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados”, Mateus 26:28.

Jesus, uma melhor aliança

A aliança que Deus fez no monte Sinai com o povo foi quebrada, pois o povo não obedeceu as leis e mandamentos de Deus. Portanto, quando Moisés trouxe as leis e mandamentos na pedra, Deus estabeleceu essa aliança com eles. Mas, como qualquer aliança feita, os dois lados tem que cumprir esse contrato. Se um lado falhar, então a aliança, ou contrato, deixa de valer. E foi isso exatamente que aconteceu no Antigo Testamento, na antiga aliança.

Como o povo quebrou essa aliança, o pecado apareceu. Para eliminar o pecado, sangue de animais tinha de ser derramado no altar. Deus fala claramente que o pecado deve ser eliminado somente com sangue, “Porque os corpos dos animais, cujo sangue é, pelo pecado, trazido pelo sumo sacerdote para o santuário”, Hebreus 13:11.

Jesus veio para criar uma nova aliança como o povo. Ele veio para que possamos ter uma nova aliança com Seu Pai. Mas é claro, para que isso seja feito, algum sangue tinha de ser derramado para apagar o pecado. E foi o próprio sangue e corpo de Cristo que foi sacrificado por nós, “… e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado”, 1 João 1:7.

O sacrifício do sangue e corpo de Jesus possibilitou a criação de uma melhor aliança. Uma aliança onde o próprio filho de Deus e nosso Mediador, “E a Jesus, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel”, Hebreus 12:24.

 A Páscoa mostra a NOVA aliança com Deus através do sacrifício de Jesus Cristo

Então o simbolismo profético da Páscoa é a aliança que Deus fez com a humanidade através do sacrifício do Seu único filho Jesus Cristo. É através de Jesus Cristo que nossos pecados são perdoados quando nos arrependemos. Essa aliança durará para toda a eternidade.

 “De tanto melhor aliança Jesus foi feito fiador [Mediador]”, Hebreus 7:22.

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: