A Festa de Tabernáculos

O Milênio e a Festa de Tabernáculos

 Muitas das igrejas têm mostrado eu que a Festa de Tabernáculos representa um milênio de paz, um milênio ou mil anos do Reino de Deus na terá, um período de paz. Eles pegarão isso de artigos de Bíblia incluindo um dicionário bíblico e vários outros comentários nos quais foram escritos a dezenas de anos atrás.

 Agora, sabemos que o sétimo dia de Festa de Tabernáculos não pode ser representado por mil anos, ou milênio, na terra. Sabemos disso porque Deus nos disse isso em 2 Pe 3:8, “Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia”.

 Então os sétimos-dias da Festa de Tabernáculos não podiem ser representado por mil anos. Mil anos são como se fosse um dia. Um dia é como mil anos, assim diz a Palavra de Deus. Sete dias não pode ser representado por mil anos. Não é a o plano de Deus.

 Sete dias então deve representar sete mil anos ou os sete dias da Festa de Tabernáculos não representa nada. Esta é a segunda razão do porque sabemos que a Festa de Tabernáculos não pode ser representado por mil anos na terra.

 Adicionando, as coisas espirituais são somente entendidas pelo espírito. E o Espírito Santo é dado somente a aqueles que observam os mandamentos de Deus. Faça algum estudo independente e pesquise. O Espírito de Deus é dado à aqueles que observam Seus mandamentos. E estas coisas, esses comentários e estes artigos foram escritos décadas atrás. Em alguns casos, centenas de anos atrás por pessoa que não observavam os mandamentos de Deus, que não observam os Sábados – pessoas que rejeitaram as leis de Deus em muitos níveis – e foram essas pessoas que tentaram explicar os planos de Deus. Eles não tinham o espírito de Deus; Eles não sabiam as coisas espirituais.

 Então, o que eles explicaram não foi preciso. Suas explicações não foram verdadeiras ou corretas. Eles estavam errados. E há ainda uma terceira razão do porque os sete dias da Festa de Tabernáculos não podem ser representado por mil anos ou milênio na terra. Achamos isso em Daniel 12:4,”E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará.” onde o Daniel foi dito que as palavras que ele estava escrevendo estavam seladas até o final de tempos. Essas palavras ditam a Daniel, as profecias dadas a Daniel e todas as coisas que foram escritas nessa revelação foram palavras chaves no entendimento de tudo.

 Mais tarde no capítulo de Daniel, novamente isto foi repetido, Daniel 12:9, “E ele disse: Vai, Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim”. Estas palavras foram seladas até o final dos tempos. Com isso as explicações escritas a  50 ou 100 anos atrás, não podem ser precisas ou corretas. Tudo foi somente especulação de seres humanos.

 Muitas coisas foram escritas nos anos 30, 40, de 1930 and 1940. Isso foi a muito tempo atrás. Não podiam ser “no fim dos tempos” – como falado em Daniel. Mesmo que essas pessoas foram muitos bem intencionadas, eles erraram. Mesmo todos eles estudando diretamente da Bíblia, as profecias estavam fechadas e não podiam ser entendidas. Isso é um fato.

 Mas, antes de olharmos em detalhe sobre a Festa de Tabernáculos, estudemos sobre o milênio. A palavra milênio não é achada na Bíblia. É uma palavra moderna que se referi a mil anos, as palavras mil se referiram a 100. Mil anos; um milênio. Achamos isso em Apocalipse 20, começando no versículo 4, “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos…” ou seja em sua mente, ou a marca em sua mãos que é ligado a suas atividades. E a última sentença diz, “ … e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos”.

 Aqui esta falando de um reino de mil anos dos santos que foram ressuscitados na ressurreição dos Primeiros-Frutos. E depois dessa ressurreição dos Primeiros-Frutos, eles voltaram na terra com Cristo para reinar por mil anos como está escrito aqui em Apocalipse 20:4.

 Para ler mais sobre essa ressurreição dos Primeiros-Frutos e o Casamento do Cordeiro, por favor, leia o artigo do Casamento do Cordeiro ou a Festa de Casamento.

 Ver 5, “Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos”.

 Olhe no ver 2, “Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos”.

 Então, vemos que no Reino de Deus é um período de mil anos durante os quais Satanás estará preso e detido para que ele não mais influencie a humanidade. E durante esse tempo, Cristo irá governar com Seus santos numa era de paz, prosperidade, e harmonia. Como disse Isaías, “E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará”.

 Este será um tempo de paz no qual o espírito de paz será colocado em toda a carne. O Espírito de Deus será colocado em toda carne. Haverá um tempo de mil anos de paz, prosperidade nos quais todos os homens aprenderão os caminhos de Deus.

 A Escritura esta cheira destes mistérios e são esses que devemos estar procurando. Mas, estes mil anos de alegria e repouso da humanidade e paz não tem nada a ver com os sete dias da Festa de Tabernáculos. Lembre-se que mil anos corresponde a um dia, e um dia é a mesma coisa que mil anos a Deus.

 Então, vamos ao começo, a Gênesis e acharemos que os seis dias, Deus tem feito tudo físico. No sétimo dia, Ele descansou. E isto mostra seis dias ou seis mil anos de atividade criativa. O dia sétimo ou mil anos é um tempo de descanso – da mesma maneira do sétimo dia que é o Sábado semanal, mostra mil anos ou um milênio para o resto da humanidade.

 Veja o que o apóstolo Paulo diz em Hebreus 4:4, “Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: E repousou Deus de todas as suas obras no sétimo dia. E outra vez neste lugar: Não entrarão no meu repouso. Visto, pois, que resta que alguns entrem nele, e que aqueles a quem primeiro foram pregadas as boas novas não entraram por causa da desobediência”.  Aqui está falando de Israel que não entrarão na terra por causa da falta de fé até muitas gerações mais tarde acreditou e entrou na terra prometida.

 “Determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, muito tempo depois, como está dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações. Porque, se Josué lhes houvesse dado repouso, não falaria depois disso de outro dia. Portanto, resta ainda um repouso para o povo de Deus. Porque aquele que entrou no seu repouso, ele próprio repousou de suas obras, como Deus das suas. Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência”.

 Paulo está falando aqui sobre a ressurreição e o milênio de descanso longe de satanás, longe das coisas desse mundo – o mundo de satanás. O dia sétimo mostra o milênio ou um período de tempo de descanso de obras. É um dia de descanso, um dia de liberdade, um dia de paz e alegria, e um dia ou mil anos de relacionamento do homem com seu Criador. Os seres humanos terão mil anos representados por um dia com seu Criador em paz e harmonia, aprendendo diretamente de Deus e com os outros Primeiros-Frutos que vieram na primeira ressurreição para ajudar a servi-los – para ajudar Cristo a levar todos essa quantidade enorme de pessoas para o Reino de Deus.

 E há um segundo período ou tipo de milênio ou de mil anos de descanso e isto tem a ver com a Festa de Pães Asmos. Israel veio do Egito no começo do primeiro dia de Paes Amos e eles viajaram através dos desertos por seis dias e no sexto dia eles passaram por um tipo de batismo, um tipo de morte e ressurreição, atravessando o Mar Vermelho. No sétimo dia, ou seja, no dia que eles atravessaram o Mar Vermelho, houve um dia de descanso e grande alegria sobre as vitórias, uma vitória que foi dada a Deus.

 Então aqui vemos que Deus vem chamando pessoas por seis mil anos para serão os Primeiros-Frutos Dele – sair desse Egito espiritual – e no final desses seis mil anos, o sexto dia de Pães Asmos, haverá uma ressurreição neste mar de humanidade. Os Primeiros-Frutos mudarão à espírito e serão levantados para encontrar com seu Criador no ar e ficar com Ele e eles mais tarde voltaram para a terra no sétimo dia – aquele período de mil anos que o dia sétimo representa.

 Será um tempo de grande alegria de vitória sobre satanás dado para eles por Deus – um tempo de grande alegria nos quais eles terão um relacionamento perto e pessoal, diretamente face a face com seu Criador.

 Agora, voltemos a Apocalipse 20:8 que descreve, “E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, E sairá a enganar as nações…”. Este não é o final do Reino de Deus. Então o milênio ou mil anos não representa o Reino de Deus, especificamente. O que mostra é satanás sendo preso por mil anos e o Sábado de repouso e paz para a humanidade. Quando os mil anos passarem, ele será solto. Haverá muito engano nesse tempo. Haverá uma outra batalha e depois vem o Outono ou a colheita maior. Isso acontecerá, depois da batalha, satanás será removido para sempre e expiação será feito para o corpo maior da humanidade; assim como e mostrado no Dia de Expiação.

 Expiação será feito para o resto da humanidade, o corpo maior da humanidade, a colheita maior (o grande número de pessoas a serem ressuscitadas) que serão levantados na Festa de Trombetas e serão reconciliados  ou trazidos no relacionamento com Deus  como o Dia de Expiação representa. E depois eles poderão ser trazidos para o Reino de Deus, trazidos para a família de Deus, trazidos para o templo de Deus, o que a família de Deus e Seu Reino.

 Agora, voltamos para Apoc 20:10, “E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras”.

 Você será julgado pelo que está escrito na Palavra de Deus, e não pelo que foi falado sobre a Palavra de Deus pelo Herbert Armstrong ou pelo papa ou eu ou qualquer outra pessoa. Você será julgado pelo que está escrito na Palavra de Deus, e não pelos bilhões de palavras que estão escritos a respeito da Bíblia. Não acredite na Bíblia como ela foi interpretada ou explicada por qualquer outro homem. Lei-a. Estude-a. Olhe para ela com uma mente aberta e uma visão clara, pedindo a Deus para guiá-lo pelo Seu espírito e estude Sua Palavra. Faça sua religião tirando as Suas palavras porque Ele a escreveu e é a Palavra Dele – os livros dos quais você será julgado… “e… foram julgados pelos coisas que estavam escritas nos livros…”. Serão julgados de acordo com seu trabalho, obras, e comportamento.

 Ver 13, “E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras”. E as suas obras consistente como a Palavra de Deus? Você observa os mandamentos de Deus ou não?

 Ver 14, “E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte”.

 Mas, quem será jogado no lago de fogo? Vejamos os capítulos 21, ver 7, “Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte”.

 Este será um tempo quando toda a humanidade, cada pessoa que tem vivido que não foi ainda ressuscitada como parte dos Primeiros-Frutos, serão levantados. Aqueles que estão no mar, aqueles que estão na terra, até mesmo aqueles que foram queimados no fogo ou destruído ou comido por animais, seus espíritos ainda sobrevive e serão dados a eles novos corpos e terão a oportunidade de serem julgados por Deus, e de virar a obedecer a Deus.  E ser eles escolherem a assim fazer, se eles começarem a manter Seus mandamentos, se eles obedecerem Ele e colocar Ele primeiro durante um tempo de teste, então eles serão levados ao reino de Deus e se durante um tempo de vida física, ou teste, ele rebelarem continuamente e não se arrependerem, eles serão levados ao logo de fogo.

 Vemos isso em Isaias 65:20, “Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado”.

 Parece que pelas escrituras, aqueles que forem levados ao julgamento finais terão cem anos de idade – terão esse tempo para aprender a observar os mandamentos de Deus e se depois disso se forem julgados por Deus e se for fraco incorrigível, sem arrependimento e que não ter jeito de ser salvo e esse será jogado no lago do fogo.

 Então, vamos dar um resumo aqui. O plano de Deus começa com a criação. E por seis mil anos, Deus está chamando alguns indivíduos para fazerem parte de Sua família – os Primeiros-Frutos. E aqueles que foram chamados desse mundo, que realmente venceram e perseveraram até o final de suas vidas e estão fieis a Deus e mantendo Seus mandamentos e colocando Ele primeiro, eles serão levados na ressurreição dos Primeiros-Frutos. Isto é mostrado no sexto dia da Festa de Pães Asmos e Israel atravessando, como uma espécie de simbolismo, o Mar Vermelho e simbolicamente sendo ressuscitados no final da travessia. E no sétimo dia da Festa de Pães Asmos é o Sábado de descanso e um tempo de alegria por causa da vitória – o sétimo dia de Sábado também representa a mesma coisa.

 Então, esta ressurreição dos Primeiros-Frutos acontecerá e depois haverá o milênio, um Sábado de descanso, mil anos de paz com satanás removido e Cristo diretamente governando e colocando Seu espírito em toda a carne e governando com a ajuda de Seus santos ressuscitados – Seus Primeiros-Frutos – que governarão por mil anos. Deus irá colocar seu espírito em toda carne e eles se arrependerão e abraçarão Deus. Depois satanás será solto por um pouco tempo durante no qual haverá muita enganação e algumas brigas ou guerras e imediatamente depois, satanás será removido para sempre.

 O resto do mortos, todos aqueles que viveram nessa terra, não sabendo de Deus, talvez nem ligando para Deus, serão levantados nesse tempo de ressurreição de julgamento. Toda a massa da humanidade, a grande colheita maior de vidas será levantada nesse período de tempo nos quais aprenderão a manter os mandamentos de Deus e serem testados e julgados e serão ou levados a família de Deus ou jogados no lago de fogo.

 Eles terão a oportunidade, provavelmente por CEM anos em suas vidas.

 Este tempo de grande colheita e chamado Festa de Colheitas de Nações, Ex 34:12, a Festa de Tabernáculos, O Grande Trono Branco de Julgamento. Esta Festa dura sete dias – a Festa de Tabernáculos – porque mostra um período de sete mil anos – sete dias. Um total de sete mil anos durante os quais toda a humanidade será levantada para a vida e dado a oportunidade de entrar no Reino de Deus. Aí está a razão do porque está sendo chamada Festa de Colheita de Nações.

 Então vemos que os festivais de Outono é um espelho dos festivais da Primavera. Como a Páscoa acontece no dia catorze do primeiro mês, e os Pães Asmos começa no dia quinze do primeiro mês, então a Festa de Tabernáculos começa no dia quinze do sétimo mês, exatamente seis meses de espaço de tempo.

 Um é para ser o espelho do outro. Os dias santos da Primavera mostram a colheita da Primavera. Os dias santos de Outono mostram a colheita maior da humanidade, a colheita de todos os humanos que viveram e serão levantados e dados as oportunidades de entrar no Reino de Deus e quando a Festa de Tabernáculos terminar, haverá um tempo de julgamento, e quando esse terminar, então a terra será destruída e o Ultimo Grande dia simboliza a eternidade, seguindo para sempre em paz e alegria e harmonia com Deus e todos os companheiros humanos, sem malvadez trazidos sobre nós por satanás.

 Há vários artigos sobre todos os Dias Santos de Deus e ocasiões especiais comandadas por Deus. Estude-os um a um em sua própria ordem: Páscoa, Pães Asmos, Oferta de Movimento, Pentecostes, e daí por diante e veja as suas definições – o que eles significam.

 Para entender os festivais de Outono, é muito mais fácil se você entende os festivais da Primavera. Então, seria uma boa ideia se você estudar os festivais da Primavera, tenha uma ideia, e depois você terá uma fundação na qual poderá estudar melhor os festivais de Outono.

 A Festa de Tabernáculos e o que chamamos O Grande Trono Branco de Julgamento nos quais os seres humanos serão ressuscitados; provavelmente no decorrer dos anos. Ou seja, na ordem que eles nasceram, só assim você não terá 20 a 30 bilhões de pessoas todas nascidas de uma só vez neste planeta. Eles serão ressuscitados em ordem da qual eles foram nascidos nesse período de sete mil anos e eles serão testados e julgados por Deus para ver ser eles terão o desejo de aprender a manter Seus mandamentos e arrepender de suas fraquezas e virar a Ele.

 Estes sete mil anos é uma imagem direta da colheita da Primavera, os sete dias dos Pães Asmos. Então, vemos que a Festa de Tabernáculos mostra todos aqueles que viveram sendo trazidos para o templo de Deus, trazidos para a família de Deus. Os Primeiros-Frutos estão sendo ensinados agora para que eles possam ter a capacidade de estar preparado para trabalhos nesta colheita – a colheita do resto da humanidade.

 Eles terão algumas práticas adquiridas durante o milênio, trazendo aqueles humanos que viveram naquele tempo e depois durante a Festa de Tabernáculos, a colheita maior, ele estarão numa situação e terão conhecimento e experiência para ajudar nesta colheita maior da humanidade por Deus.

 Todos terão a mesma chance. Todos terão a sua oportunidade. Cada um terá a capacidade de dizer, “Eu fui mostrado o caminho”.  E se cada pessoa aceita ou rejeita, será por conta deles mas eles terão suas oportunidades. E esta Festa de Tabernáculos é a respeito de virar os seres humanos a Deus.

 E podermos começar fazendo o que tem sentido absoluto que é virar de nós mesmos para Deus, virando nosso corações a Deus, pelo arrependimento de ter deixado homens entre nós e Deus, e pelo entendimento que há somente um intermediário, somente um interceder entre nós e Deus e que o Sumo Sacerdote, Jesus Cristo, que intercede por nós e Deus diariamente, expiando por nossos pecados quando arrependemos deles.

 Voltemos a Deus como todo o nosso coração agora para que possamos fazer parte de Seus Primeiros-Frutos e, todavia, ter uma parte em ajudar a trazer esta colheita enorme de humanidade.

 O milênio ou mil anos representa mil anos no Reino de Deus. É representado por mil anos de paz, um Sábado de descanso e mil anos de satanás sendo preso e não podendo influenciará humanidade. O Reino de Deus, O Pai e Jesus Cristo começaram o milênio. Mas, isso não terminará quando os mil anos acabarem. O Reino de Deus começará e quando começar vai durar para sempre. Sempre e sempre e sempre e o aumento deste reino, não terá final. E o aumento de paz e harmonia e amor e alegria, não terá final.

 A Festa de Tabernáculos não representa o milênio, ou um período de mil anos. A Festa de Tabernáculos são sete idas: Não um!!!

 A Festa de Tabernáculos representa os sete mil anos do Grande Trono Branco de Julgamento. A Festa de Tabernáculos é a respeito de trazer a cega (colheita) da humanidade para dentro da família de Deus!!!

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: