Sábado Cristão, parte 2

O Sábado Cristão, complemento

Por James David Malm

Que é o Sábado Cristão? Quando que é o Sábado Cristão? Que deve ser feito no Sábado Cristão? E como esse deve ser observado? Antes de responder essas perguntas, seria melhor verificar o que a palavra “Cristã” significa.

Que é ser um cristão? Para isso temos que ir ao livro de Atos 11 e versículo 28. Onde diz em ver 25, “E partiu Barnabé para Tarso, a buscar Saulo; e, achando-o, o conduziu para Antioquia.”, no ver 26, “E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.”

Então o que é ser um cristão? Será que os discípulos de muitos pastores são cristãos? Claro, que não.

Um Cristão segui a Cristo, um discípulo de Jesus Cristo. Qualquer um que diz, “Eu acredito na Bíblia como foi explicada” por essas ou aquelas pessoas não são seguidores de Jesus Cristo. Esse tipo de pessoa é seguidora daquela pessoa que explica as coisas para ele. Ele não está seguindo Jesus Cristo. Um seguidor de Jesus Cristo segui a Jesus Cristo na medida que o Espírito Santo de Deus  guia ele. E não do jeito que ele(a) segui a uma pessoa. Um seguidor de Jesus Cristo  testa os homens para ver se o que eles estão falando esta de acordo com a Palavra de Deus. O teste é sempre a Palavra de Deus. As palavras de qualquer homem devem ser testadas contra a Palavra de Deus.  Os discípulos de Efésios, a igreja de Efésios foram reconhecidos por testar todas aqueles que chamam ser apóstolos. E fazendo estes testes, checando aqueles que falavam que eram apóstolos, checando eles e checando as palavras que falavam e verificando na Bíblia – eles viram que aqueles apóstolos eram falsos e estavam tentando enganá-los.

Fomos comandados por Moises a testar todos os que se chamam de profetas verificando na Palavra de Deus, a Bíblia. Os testes são sempre verificados na Palavra de Deus. Qualquer pessoa que fala qualquer coisa contraria a Palavra de Deus e não se arrepende dela, e não muda, é um profeta falso ou apóstolo falso. E qualquer  um que prediz coisas in Nome de Deus ou pela autoridade de Deus que não acontece como foi falado, e não reconhece isso, e não se arrepende, e não muda, e não segui as Palavras nas Escrituras, as Palavras do Deus Poderoso, essa pessoa é um falso profeta ou um falso apostolo. É Jesus Cristo e Deus o Pai, e eles somente que são perfeitos e não falham. Eles são O nosso Pai. Ou seja, o Pai é o nosso pai adotivo e Jesus Cristo e O nosso Pai porque Ele nos criou.

Então, achamos em Atos 11 e ver 26 na ultima passagem que os discípulos foram chamados Cristãos pela primeira vez em Antioque. Um Cristão é o seguidor de Jesus Cristo. Um Cristão está juntos com os santos e membro da família de Deus, Em Efé 2 e 19, “Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus”.  Um Cristão é seguidor de Jesus Cristo como também dos apóstolos e profetas que escreveram as Escrituras Sagradas porque  eles foram mandados pessoalmente por Jesus Cristo para escrever as Escrituras Sagradas. E as Escrituras Sagradas, a Bíblia Santa, é a Palavra de Deus. É o sentimento e vontade de nosso Pai e de Jesus Cristo expressas no papel.

Um Cristão segui Jesus Cristo e defende toda a Palavra de Deus e não se une em explicações providenciada por qualquer homem. Quer um que fala alguma coisa sobre as Escrituras, ele(a) vai ao Livro, checa, e prova todas as coisas; aprendendo as coisas que são boas e verdadeiras de acordo com a Palavra de Deus. Um Cristão não segui nenhum homem. Um Cristão segui somente a Deus Pai e a Jesus Cristo.

Já que escolhemos o caminho de ser um cristão, não nos deixemos ser ensinados por qualquer homem ou tradição de homem, mas vamos direto para a Palavra de Deu a respeito do Dia de Sábado. Então, vamos para Gênesis 2, no começo do ver 1, “E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera.”

Aí está. Deus criou tudo em seis dias. Tudo que hoje existe, em seis dias. E no sétimo dia, ele descansou. Quem descansou? Os Judeus? Ou um homem? Alguma organização? Não, foi o Criador, Deus descansou no sétimo dia. E Ele santificou-o, que significa que Ele o separou. Ele separou aquele dia e o fez especial. Ele separou para um propósito santo. E a palavra “santa” significa pertencente a Deus. Então o dia sétimo é separado para ser usado por coisas pertencentes a Deus.  O sétimo dia é um tempo santo. É um tempo de Deus. É o tempo que Deus descansou e Deus comandou que todo homem deva descansar neste dia e passar tempo com Ele.

Agora, sabemos que Jesus Cristo existiu antes dele ter sido carne. E que ele existia com o Pai e Jesus Cristo fez todas as coisas como o Deus Criador. Ele era Deus e estava com Deus, como João escreveu. Paulo escreve em Colossenses 1 e ver 12, “Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz; O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados”.

Então estamos absolvidos atravéz do sangue de Jesus Cristo, pelo sacrifício, a vida dada para nós – a morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Somos libertados por Jesus Cristo. No ver 15, “O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação”.  Jesus foi o primeiro nascido de toda a criação. Então Jesus Cristo foi o primeiro nascido da morte para espírito. Foi por Ele, por Jesus Cristo, onde todas as coisas coram criadas que estão no céu e na terra, todas as coisas visíveis e invisíveis, seja tronos, reinos, poderes, ou domínio.

Todas as coisas foram por Ele, por Jesus Cristo, e para ele, Jesus Cristo. E Ele, Jesus Cristo, é antes de todas as coisas. Ele existiu antes das coisas. E por Ele, todas as coisas consistiram. Todas as coisas existem porque foram criadas por Jesus Cristo. E Ele, Jesus Cristo, é o cabeça do corpo, a Igreja; Cristo é o começo, o primeiro nascido dos mortos e mudado para espírito para que em todas as coisas Ele tenha precedência. Então sendo o primeiro nascido dos mortos, Ele será reconhecido como o líder e pioneiro dos santos que se transformarão de físico para espírito. E seguindo por toda eternidade, devemos sempre ser sujeito a ele como nosso líder e aquele que temos de seguir.

Em Mar 2 e ver 28 está escrito pelo próprio Cristo, “Assim o Filho do homem até do sábado é Senhor”.  Agora, como pode Ele ser Senhor do Sábado? Só há uma maneira que Ele pode ser Senhor do Sábado. A palavra “Senhor” significa em comando ou em control. Mas, como pode Ele ser o governador do dia de Sábado? Só há uma maneira… que Jesus Cristo próprio criou o dia de Sábado. Ele Jesus Cristo, foi aquele que criou todas as coisas que como sabemos que criou em seis dias e noites e no sétimo dia descansou.

Em criar o Sábado, santificá-lo e fazê-lo santo, Jesus Cristo se tornou originalmente o Senhor do Sábado. Ele foi o Senhor do Sábado, o governador do Sábado porque Ele Criou o Sábado. O Sábado era Seu dia. Na criação, quando Jesus Cristo criou o Dia de Sábado, havia somente Adão e Eva como seres humanos. Não havia nenhum Judeu. O Sábado não foi feito exclusivamente pra um grupo particular ou pessoas particulares ou qualquer tipo de família humana.

O Sábado foi feito para Adão e Eva e todos os seus descendentes. Porque toda a humanidade estão obrigados a obedecer ao Criador pai e passar tempo com Ele – nesse tempo especificado pelo nosso Criador, o sétimo dia. E ao mesmo tempo, esse dia sétimo tem que ser passado como um tempo onde passamos o tempo com nosso Criador, semana após semana, para sempre – o sétimo dia sendo um dia de repouso daquela criação e uma memória daquela criação.

Em Ex 20, onde Jesus Cristo já tinha tirado o povo do Egito, ele deu a eles os Dez Mandamentos. Em Êx 20 e ver 9, está escrito, “Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia do sábado, e o santificou.”

Não devemos trabalhar nesse dia e não devemos forçar ninguém a trabalhar ou requisitar alguém para trabalhar. Ninguém. Não um empregado, um escravo, um animal, deve trabalhar no Dia de Sábado porque o Deus Poderoso te decretado que o sétimo dia será de repouso para todos os seres humanos. Em Êx 31 e ver 12, “Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo: Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis meus sábados; porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o SENHOR, que vos santifica. Portanto guardareis o sábado, porque santo é para vós; aquele que o profanar certamente morrerá; porque qualquer que nele fizer alguma obra, aquela alma será eliminada do meio do seu povo. Seis dias se trabalhará, porém o sétimo dia é o sábado do descanso, santo ao SENHOR; qualquer que no dia do sábado fizer algum trabalho, certamente morrerá. Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua. Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou, e restaurou-se.”

Este é o sinal entre Israel e Deus. E se vamos ser o povo de Deus, devemos observar todos os mandamentos de Deus. Todos os mandamentos que Deus deu para os Israelitas, são aplicáveis para todos os que querem ser o povo de Deus. Até mesmo que Israel foi par serem o povo de Deus, nos também fomos chamado para nos tornarmos o povo de Deus. E do mesmo jeito que eles estavam obrigados a obedecer a Deus, nos também somos obrigados a obedecer ao mesmo Deus e manter os mesmos mandamentos; se formos o povo de Deus, como Israel foi chamado a serem o povo de Deus, devemos absolutamente obedecer e seguir os mandamentos do mesmo Deus e fazer a Sua vontade.

Agora o que Deus quer que façamos no Sábado? O que Ele quer para nos que façamos neste dia santo? Vamos a Isa 58, ver 13, “Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do SENHOR, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras, Então te deleitarás no SENHOR, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do SENHOR o disse”.

Então, no dia de Sábado, não devemos fazer nossos próprios prazeres. Nós devemos procurar fazer as coisas de Deus como nosso prazer, e não devemos falar nem mesmo nossas próprias palavras. Quantas pessoas vão a um serviço no dia de Sábado, e depois de ouvir um sermão, os amigos começam a falar de tudo, filhos, trabalhos, tempo, casa e nem mesmo discute o sermão. Você está falando suas próprias palavras. Você está poluindo o Dia de Sábado. É claro não há nada de errado em dizer que dia bonito, não é? Mas levar isso a um extremo, onde você fala sobre o tempo e não para de falar nisso, ou de seu negócio, ou da economia, ou das coisas  como estão andando; não é apropriado.

Um sermão deve ser dado e depois você deve procurar as escrituras, discutir o sermão, e melhorar seu ponto de vista nas conversas e tentar aprender um do outro. E você pode perguntar a seu ministro e explicar as coisas um pouco mais para entender melhor o sermão. Você pode também ir para casa e talvez para casa de seus amigos e continuar a conversa das Palavras de Deus e as coisas de Deus. Se está gastando muito do seu tempo falando coisas suas e não de Deus, e fazendo seus próprios desejos, então não está passando o Dia de Sábado nas coisas de Deus. Isto não é certo.

Isa 58, ver 13, “Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia”.  Você deve falar em pensar nas coisas de Deus. E a verdade é que o que sai de sua boca é uma reflexão do que está acontecendo na sua mente. Se você não está falando as coisas de Deus, então é bem capaz que não esteja nem pensando nas coisas de Deus. Que sua mente não esta nas coisas santas no dia de Sábado de Deus.

Agora, voltando para o Êxodo capítulo 16, ver 4, “Então disse o SENHOR a Moisés: Eis que vos farei chover pão dos céus, e o povo sairá, e colherá diariamente a porção para cada dia, para que eu o prove se anda em minha lei ou não”.  Então este pão era para ser um teste para o povo de Deus se eles andaria ou não na lei de Deus. Ver 5, “E acontecerá, no sexto dia, que prepararão o que colherem; e será o dobro do que colhem cada dia”.

Olhe no versículo 22, “E aconteceu que ao sexto dia colheram pão em dobro, dois ômeres para cada um; e todos os príncipes da congregação vieram, e contaram-no a Moisés. E ele disse-lhes: Isto é o que o SENHOR tem dito: Amanhã é repouso, o santo sábado do SENHOR; o que quiserdes cozer no forno, cozei-o, e o que quiserdes cozer em água, cozei-o em água; e tudo o que sobejar, guardai para vós até amanhã”. E dando esse comando, Jesus Cristo estava falando ao povo que eles não podem cozinhar, assar ou ferver. Eles não eram para fazer qualquer tipo de comida no dia de Sábado. Nenhum tipo de comida séria.

Eu mesmo ponho um pedaço de pão na torradeira. Ou esquento uma água pra café ou chá.  Ou até mesmo  esquento um coisa para os invernos muitos frios aqui no Canadá. Mas, eu não frito nenhuma carne, ou faço churrasco, ou asso ou cozinho batata ou faço qualquer tipo  de comida séria. Cozinhar é para o dia de preparação; que é o dia antes do Sábado. O dia de preparação é Sexta-feira. E o Sábado, que começa na sexta no pôr-do-sol até o Sábado no pôr-do-sol, não devemos fazer nenhum tipo de comida.

Não podemos fazer qualquer tipo de trabalho. Não devemos viajar. Simplesmente temos que descansar nesse dia e relaxar. Gaste seu tempo em oração a Deus, em estudos, em leitura, e em pensamento sobre Ele, converse sobre a palavra de Deus com outros, e ensinando nossos familiares gastando o dia totalmente focalizado em Deus, também é claro, descansar neste dia – repousar das tarefas diárias. Temos de ter a atitude de dizer, “Este é meu dia de folga, estou feliz porque não preciso fazer isso ou aquilo”.  É errado ter a atitude de “Ah!,  não posso fazer isso ou aquilo. Não posso sair. Não posso cortar a grama do jardim”.  Leve tudo com atitude positiva, “Eu não preciso cortar a grama porque hoje é meu dia de folga. Não preciso levantar cedo e ir ao trabalho. Não preciso cozinhar nenhum pão hoje. Vou relaxar e descansar”.

E que tal sobre as damas que falam, “Cozinhar me relaxa, eu gosto”. Ou o rapaz que diz, “Trabalhar no meu carro me relaxa, eu gosto”.  Tudo isso posso lhe falar é que devemos fazer as coisas de Deus o nosso prazer, até mesmo adorar essas coisas. Afinal como podemos gostar de algumas coisas se nem mesmo tivemos prazer nelas? É claro, a gente de nossos próprios prazeres. Mas, não devemos fazer nossos prazeres no sábado ou qualquer Dia Santo. Temos que dedicar nosso tempo nas coisas de Deus. No dia de Sábado, não devemos trabalhar, não devemos cozinhar, e não devemos viajar.

E sobre as pessoas que viajam30 a50 quilômetros para ir ao um serviço? Tudo o que posso falar é que encha seu tanque de gasolina na Sexta feira. Prepare um lanche para levar na Sexta. Faça toda a sua preparação na Sexta feira. Se tiver que viajar alguns quilômetros para visitar alguns irmãos e ouvir um a mensagem, tudo bem. Somente, não decida viajar para a Austrália no Sábado ou pegar um ônibus e cruzar o continente no Sábado. Absolutamente não. Não faça nenhum tipo de viajem e não viaje por razões pessoais. Viajar dever ser por razões de Deus, deve ser muito limitada em tamanho e duração e não ter nenhum tipo de gastos. Se tiver de comprar mais gasolina porque a viagem é muito longe, não faça. Faça algum outro tipo de plano. Isso pode ser feito. Coisas podem ser negociadas. Você tem que trabalhar nessas coisas e verdadeiramente fazer o dia de Sábado de Deus uma alegria. Se tiver de viajar umas quatro ou cinco horas no dia de Sábado para ir aos serviços, esse dia não é um dia de repouso no Sábado, e não deve ser apropriado. Talvez, pode ser feito na Sexta à tarde ou Sexta a noite antes do pôr-do-sol e ficar com os irmãos na cidade onde os serviços estão acontecendo.

Há coisas que podem ser negociadas. Talvez seria melhor ficar em casa e simplesmente ouvir um sermão. Talvez as coisas podem ser alternadas como você visita os irmãos uma semana e eles vêm e te visita na outra semana. Há muitas idéias que uma mente motivada pode criar. Mas, não devemos fazer nossos próprios desejos no dia de Sábado. No tempo de Neemias 10, ver 31 eles foram falados por Neemias que se o povo trazer coisas para serem vendidas no dia de Sábado, que não devemos comprar deles no Sábado ou num dia Santo. E que devemos deixar o sétimo ano e perdoar cada dívida.

No dia de Sábado não podemos comprar ou vender. E eles concordaram que eles não dariam isso em Neemias 10:31. Em Neemias 13:16, “Também habitavam em Jerusalém tírios que traziam peixe e toda a mercadoria, que vendiam no sábado aos filhos de Judá, e em Jerusalém. E contendi com os nobres de Judá, e lhes disse: Que mal é este que fazeis, profanando o dia de sábado? Porventura não fizeram vossos pais assim, e não trouxe o nosso Deus todo este mal sobre nós e sobre esta cidade? E vós ainda mais acrescentais o ardor de sua ira sobre Israel, profanando o sábado. Sucedeu, pois, que, dando já sombra nas portas de Jerusalém antes do sábado, ordenei que as portas fossem fechadas; e mandei que não as abrissem até passado o sábado; e pus às portas alguns de meus servos, para que nenhuma carga entrasse no dia de sábado”.

“Então os negociantes e os vendedores de toda a mercadoria passaram a noite fora de Jerusalém, uma ou duas vezes. Protestei, pois, contra eles, e lhes disse: Por que passais a noite defronte do muro? Se outra vez o fizerdes, hei de lançar mão de vós. Daquele tempo em diante não vieram no sábado. Também disse aos levitas que se purificassem, e viessem guardar as portas, para santificar o sábado. Nisto também, Deus meu, lembra-te de mim e perdoa-me segundo a abundância da tua benignidade”. Neemias escrevia que estava fazendo um trabalho bem zeloso a Deus no dia santo do Sábado de Deus. E ele perguntou a Deus para ser misericordioso como ele por causa do seu zelo pelo Sábado em manter fora todos os que compraria e venderia no Dia de Sábado.

Não devemos comprar ou vender no Dia de Sábado. Não devemos pagar outros para nos servir no Dia de Sábado. Não devemos entrar em lojas e comprar coisas. Não devemos ir a restaurantes para comer ou comprar algo. Não devemos viajar. Não devemos fazer nenhum tipo de comida séria. E não devemos ser responsáveis por qualquer pessoa para que eles trabalhem no dia de Sábado.  Esse dia de Deus foi quando Ele descansou de todas Sua criação, de todas a sua criação. É um tempo de repouso e foi santificado para  ser um tempo santo para que todos gastem tempo com Deus. E se todo o homem observasse o Dia de Sábado, e descansasse nesse dia, e procurasse o Eterno como todo o seu coração, então, acredito, eles achariam paz, que no presente momento, eles não tem.

O que realmente podemos fazer no Sábado? O que é certo fazer o Sábado? Devemos somente perguntar ao Senhor do Sábado e olhar Suas Palavras. Vamos ao Marcos 2 e ver 23, “E aconteceu que, passando ele num sábado pelas searas, os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas”.  Pra colocar as palavras nos dias de hoje, em1611 apalavra ‘espigas’ simplesmente significa um grão de alguma coisa. Também pode ser referida a um grão de trigo.

Então vemos que no ver 23 enquanto eles andavam no campo, eles começaram a pegar grãos e comer. Então os Fariseus disse para ele, “E os fariseus lhe disseram: Vês? Por que fazem no sábado o que não é lícito? Mas ele disse-lhes: Nunca lestes o que fez Davi, quando estava em necessidade e teve fome, ele e os que com ele estavam? Como entrou na casa de Deus, no tempo de Abiatar, sumo sacerdote, e comeu os pães da proposição, dos quais não era lícito comer senão aos sacerdotes, dando também aos que com ele estavam? E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado”.

Podemos ver em Deuteronômio 24:19, “Quando no teu campo colheres a tua colheita, e esqueceres um molho no campo, não tornarás a tomá-lo; para o estrangeiro, para o órfão, e para a viúva será; para que o SENHOR teu Deus te abençoe em toda a obra das tuas mãos. Quando sacudires a tua oliveira, não voltarás para colher o fruto dos ramos; para o estrangeiro, para o órfão, e para a viúva será. Quando vindimares a tua vinha, não voltarás para rebuscá-la; para o estrangeiro, para o órfão, e para a viúva será. E lembrar-te-ás de que foste servo na terra do Egito; portanto te ordeno que faças isso”.

Este é o comando de Deus que deixemos os famintos comer no campo. Não ouve nada aqui de maneira alguma que eles estavam trabalhando ou fazendo qualquer tipo de compra. Há somente a lei da graça que disse se uma pessoa esta com fome, eles podem comer. Deus apoiou o direito deles de se alimentarem e cuidar da necessidade deles imediata. Esta é a razão do porque Jesus Cristo referiu as ações de Davi e Abiatar, o Sumo Sacerdote. Porque Davi comeu o pão. Davi comeu o pão depois de estar fugindo por sua vida por três dias, tendo fome, e faminto, e no perigo de ser capturado e assassinado.

Davi estava numa situação desesperadora e Abiatar lhe deu misericórdia. Ele ajudou porque a lei da misericórdia prevalece. E o que é  lei de misericórdia? O Próprio sacrifício de Jesus Cristo pela remissão de nossos pecados é um exemplo da lei de misericórdia. A misericórdia de Nosso Criador e a misericórdia de Nosso Pai no Céu. Continuando em Marcos 3, “E outra vez entrou na sinagoga, e estava ali um homem que tinha uma das mãos mirrada. E estavam observando-o se curaria no sábado, para o acusarem. E disse ao homem que tinha a mão mirrada: Levanta-te e vem para o meio. E perguntou-lhes: É lícito no sábado fazer bem, ou fazer mal? salvar a vida, ou matar? E eles calaram-se. E, olhando para eles em redor com indignação, condoendo-se da dureza do seu coração, disse ao homem: Estende a tua mão. E ele a estendeu, e foi-lhe restituída a sua mão, sã como a outra. E, tendo saído os fariseus, tomaram logo conselho com os herodianos contra ele, procurando ver como o matariam”.

Como verem é licito fazermos boas ações no Sábado. Se o seu vizinho bate na sua porta e diz, “um cano da minha casa quebrou, pode me ajudar a arrumar?” Ou alguém lhe fala, “Há um acidente na rua. Me ajuda a ligar para a policia”. O Sábado foi feito para o homem, todo homem.

Se você vai para um restaurante no dia de Sábado, o primeiro problema é que estamos dando um mau exemplo. Estamos mostrando a eles que estamos pagando eles para fazer coisas que nós mesmos não faríamos. Viramos hipócritas. E eles verão isso. O segundo problema é que estamos quebrando a lei de Deus em comprar no Sábado. E terceiro, estamos quebrando o mandamento e causando alguém para trabalhar e nos servir no dia de Sábado. Isto é errado.

Isto é um grande pecado. E porque as igrejas de Deus hoje em dia não respeitam esse mandamento, não respeitam o Sábado, e não respeitam o poderoso Deus, o povo de Deus está encarando um terrível julgamento para essa correção. Chegou à hora de acordar e começar a unirmos a Deus. E colocar os mandamentos de Deus em primeiro lugar. E parar de sermos tão egoístas em nossas ações. Começar a pensar nos outros e em nossas ações e o exemplo que estamos dando a outros. Chegou à hora de começar a agir de maneira mais séria, observando os mandamentos de Deus.

Sabemos que os Sábados foi deito para todos os humanos, animais, e todas as criaturas. E que devemos descansar no Sábado e passar tempo com Deus. E não devemos interferir no direito que cada pessoa tem de descansar no Sábado. O Sábado é o sétimo dia. Uma memorial. Um ia de descanso depois de seis dias de criação. Como sabemos que temos o dia certo hoje em dia? É muito simples. Jesus Cristo foi Senhor do Sábado. Certamente, Ele sabia qual era o dia certo. E Ele observou e manteve o dia no mesmo dia que os Judeus também observavam durante Sua vida aqui na terra. Ele reconheceu que eles mantinham o Dia de Sábado corretamente. E eles foram críticos com Ele porque Ele mantinha o mesmo dia deles, mas de maneira diferente. O sétimo dia que os Judeus manterão no tempo de Cristo é bem reconhecido por eles e não perderam esse dia.

Então, sabemos que o sétimo dia é o dia de Sábado. E não Domingo. O Dia de Sábado começa no pôr-do-sol de Sexta feira até o pôr-do-sol de Sábado.

Como pode então as pessoas que se chamam Cristãos observar o dia sétimo no Domingo e não no Sábado? A resposta está na vida de Constantino. Constantino adorava o sol e mandava todos os bispos daquela época a parar de observar o Judaísmo que observava o Sábado como o sétimo dia e começar a adorar o dia do sol invencível – o primeiro dia da semana. Então os bispos no império romano passaram a adorar o Domingo por causa do deus sol.

Os povos no período de 350-365 antes de Cristo foram forçados a morte se não fossem a Roma e observar o Domingo. E a verdade é, a grande maioria dos povos romanos já estavam observando o Domingo. Então, foi uma coisa pequena forçar o que se chamavam “Igreja de Deus”, a Igreja de Jesus Cristo, a começar a observar o Domingo. Eles somente forçaram isso com mortes e muito sangue. E aqueles que não queriam obedecer ao Império Romano, eram mortos. O que sobrou então for o Cristianismo que passaram a observar o sol no Domingo, o dia do deus sol, que é conhecido como Baal [Phoenicia].

Cristãos não observam o Domingo. Eles não aceitam o Imperador Romano. Eles não curvam para o deus sol. Eles observam o dia de Sábado – criado por Deus. O dia sétimo da semana que o Deus Poderoso, o Criador de todas a vida, descansou. Ele observam o sétimo Dia Sábado de Jesus Cristo que era e É o Senhor do Sábado. O mesmo dia que Ele observou em Sua vida, o sétimo dia do pôr-do-sol e Sexta-feira até o pôr-do-sol de Sábado.

Seguidores de Jesus Cristo fazem isso também. Eles seguem Jesus Cristo. O Sábado foi feito para todo o homem. Todo homem dever ter a oportunidade de observar o Sábado. Nenhum homem deve fazer um outro homem ou animal a trabalhar no Sábado. Nenhum homem deve viajar ou fazer seus próprios prazeres no Sábado. Devemos descansar de nossas tarefas diárias, de nossas rotinas, e trabalhos regulares e procurar o nosso Deus como toda a nossa mente, coração e toda nossa energia. E fazendo isso poderemos ser verdadeiros seguidores de Jesus Cristo.

Verdadeiros Cristãos mantém os mandamentos de Deus e observam o Sábado Bíblico e, todavia recebem os méritos de suas bênçãos em Apocalipse 22:14, “Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas”.  Somente aqueles que mantém os mandamentos de Deus, incluindo os mandamentos de lembrar e observar o dia sétimo vai ter direito de entrar no reino de Deus. O sétimo dia de Sábado é um sinal entre Deus e Seu povo. É um sinal de fé, obediência, e de respeito. E somente observando o dia sétimo e mostrando respeito por Deus e Seus mandamento que podemos aprender tantas coisas que de Deus e de Seus planos. Porque se nós não temos tempo de passar com Ele, no dia que Ele escolher para gastar conosco, como podermos aprender.

Nós poderemos escolher qualquer dia que queremos. O problema aqui é que estamos fazendo as nossas próprias coisas e Deus não estará com a gente. Deus tem prometido o sétimo dia. Ele tem comandado o sétimo dia. Ele descansou no sétimo dia. Ele fez o sétimo dia santo. E é nesse dia sétimo que Ele ficará disponível para nós. Se nós trabalharmos no sétimo dia e observamos um outro dia como Domingo ou Quarta, o que estamos falando é isso, “O Senhor tem que estar disponível para nós nesses dias”Não é assim que funciona. Ele é o governador, o grande Rei e temos que encontrá-lo no horário Dele. Temos que fazer o que Ele quer. Temos que manter o Seu mandamento e se Ele estiver disposto a nos encontrar num outro dia, então O encontraremos nesse dia. E se não estivermos lá, então perderemos a reunião. E se aparecemos em algum outro dia, também perderemos a reunião.

É tão simples como isso. Se observarmos no dia que queremos, num dia que Ele não comandou, então não teremos uma reunião com Ele. E estamos somente fazendo nossas próprias coisas, em nosso próprio jeito, não vamos beneficiar em fazer coisas do nosso próprio jeito. O fato é, temos acesso ao Deus a qualquer hora atravéz de oração. Entretanto, Ele tem feito esse dia especial para nós – um tempo especial para unirmos, um dia que Ele fica conosco, e nos ensina Suas coisas – um tempo que passamos com nosso Pai e Seu Verbo, nosso Criador, para mostrar respeito por Ele em mantendo Seus mandamentos e passando tempo com Ele no dia que Ele selecionou.

E quanto aos outros que não mantém Seus mandamentos? Os que não observam o Sábado? Eles responderam um dia a nosso Criador por terem feito isso. E depende de nós nesse tempo, de não participar nesse pecado com eles. A não juntar com eles em quebrar os mandamentos, mas ser um exemplo, ser diferente, deixar nossa luz iluminar, e revelar a eles um exemplo próprio de manter os caminhos de Deus.

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: