Arquivo para categoria Trindade

Deus Pai e Cristo São Nosso Salvador

“Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e do Senhor Jesus Cristo, esperança nossa, 1 Timóteo 1:1. 

Há muitas pessoas que se sentem confusas neste versículo. Eles perguntam, “nosso Salvador” é na realidade Deus Pai ou Jesus Cristo?

Ambos, o Pai, e o Filho SÃO Deus. Jesus muitas vezes e referido como Deus e algumas vezes pelo Seu nome. Deus Pai quando é referido por Jesus Cristo, é referido como Deus Pai ou simplesmente Deus.

Deus é realmente nosso Salvador, seja na pessoa de Jesus Cristo ou na pessoa de Deus Pai.

Veja: 1 Tim 4:10; Judas 1:25; Titus 3:4-6; Lucas 1:47.

O quê que perturbou os Judeus tanto em João 10 quando eles queriam apedrejar Cristo?

“Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo”, João 10:33.

“Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.
Eu e o Pai somos um”, João 10:29-30.

Eles são UM porque, como está escrito, “… As obras que eu faço, em nome de meu Pai, essas testificam de mim”, João 10:25.

E essa obras que Ele falou, quais são, “Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la”.

“Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai”, João 10:17-18.

“Se não faço as obras de meu Pai, não me acrediteis. Mas, se as faço, e não credes em mim, crede nas obras; para que conheçais e acrediteis que o Pai está em mim e eu nele”, João 10:37-38.

Por que “as obras de meu Pai” que Cristo estava praticando, Ele poderia fazer porque Eles (Deus Pai e Cristo) são o mesmo (como Salvador) e propósito (trazendo todos a Deus o Pai o que leva a eles a serem Filhos de Deus).

Este não é para dizer que a Trindade que Cristo é o Pai são o mesmo ser, porque isso não é verdade. Você tem que entender o que Cristo fala quando Ele o Pai são o mesmo. Isto significa que os pensamentos e ações dos Dois são exatamente o mesmo. Eles são um porque atingiram a perfeição de serem e pensarem na perfeita  união. Já virão na televisão, nos filmes científicos que quando a mãe tem dois gêmeos. Quando um dos gêmeos se machuca quando, por exemplo, um cai é no outro que saí sangue no nariz. Que quando um machuca, é o outro que sente a dor. Apesar desse filme ser imaginário e científico, é exatamente assim que Cristo é unido Com Seu Pai, e vice-versa. Esta é a razão que Cristo disse, “Disseram-lhe, pois: Onde está teu Pai? Jesus respondeu: Não me conheceis a mim, nem a meu Pai; se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai”, João 8:19. Jesus confirmou mais sobre esse relacionamento perfeito que Ele tem com o Pai, “Tudo por meu Pai me foi entregue; e ninguém conhece quem é o Filho senão o Pai, nem quem é o Pai senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar”, Lucas 10:22.

Há muitas outras escrituras que Cristo revela sobre o Pai. O conceito da Trindade que os dois é um com sendo um ser somente é falso. Eles são seres individuais, mas tendo o perfeito relacionamento como Jesus tem nos demostrado. O Pai é o nosso salvador do mesmo jeito que Cristo. O Pai deu instrução e Cristo segui-as; então tanto o Pai como Cristo são o salvador da humanidade.

Tudo que Jesus fez e disse foi em nome do Pai. Foi o Pai a razão de tudo que Cristo viveu nessa terra. 

Deixe um comentário

Nosso Pai, Nosso Deus

O que é pregado hoje em dia por muitas igrejas é que Deus, Jesus e o Espírito Santo são uma única entidade. Isso é chamado Trindade. Ou seja, temos um Deus único que é tem três personalidades distintas. Isso é confuso, ou o que? Mas o que mostra a Bíblia? Existe mesmo um Pai de todos? Jesus teve mesmo um Pai? E o Pai, teve mesmo um filho chamado Jesus? E o Espirito Santo é o que nessa confusão toda?

Não há como fugir das palavras de Jesus. Ele fala de Seu Pai toda hora. Que veio a terra para fazer a vontade do Pai; que existia com o Pai desde começo; que o desejo Dele era terminar a comissão que o Pai deu para Ele; que ninguém pode vir a Ele se o Pai não o chamar; que só o Pai vai decidir quem sentará do lado direito e esquerdo do trono Dele; que só o Pai tem autoridade de escolher tempos e estações; etc. O Espírito Santo em nada foi mencionado a não ser como o poder de Deus em algumas escrituras – como o assunto é longo, falaremos do Espírito Santo em outros blogs. Bom, vejamos algumas escrituras…

“Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus”, Mat 5:48. Jesus nos encoraja para que sejamos perfeitos ou que procuremos ser perfeitos como nosso Pai, “…para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus”, Mat 5:44. Devemos orar para o nosso Pai nos céus, “Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome…”, Mat 6:9. O Pai pode também perdoar os seus pecados, “…Pai vos não perdoará as vossas ofensas (pecados)”, Mat 6:15. O Pai dá bons presentes para nós, “Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem”, Mat 7:11. Só entraremos no céu se fizermos a vontade do Pai, “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus”, Mat 7:21.

Jesus agora fala de momentos em que Ele estará junto com o Pai. Momentos onde estarão os dois face a face como duas entidades distintas e definidas e com pensamentos diferentes exercendo personalidades diferentes. “… eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus”, Mat 10:32. Novamente, Jesus conversará com o Pai neste versículo, “…eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus”, Mat 10:33. 

Jesus conversa diretamente com o Pai como sendo um ser totalmente diferente Dele. E não Ele mesmo conversando de alguma maneira com Ele no céu (o que é bastante confuso nesta doutrina de Trindade), “Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim te aprouve”, Mat 11:26. 

Olhe que o Pai colocou o tempo e data somente sob Sua autoridade, “E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder”, Atos 1:7. Como pode então explicar a Trindade aqui. O Pai somente colocou isso em Sua autoridade e não de Jesus e ninguém mais. Aqui é mais um exemplo que temos um Pai distinto, amoroso e misericordioso que é um ser diferente de Jesus.

O Pai conhece bem Seu filho Jesus e lhe deu toda as coisas, “Mas Jesus respondeu, e disse-lhes: Na verdade, na verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazer o Pai; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente. Porque o Pai ama o Filho, e mostra-lhe tudo o que faz; e ele lhe mostrará maiores obras do que estas, para que vos maravilheis”, João 5:19-20. O Pai deu todo o tipo de julgamento para Jesus, “E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo”, João 5:22. O Pai foi aquele que mandou Jesus e Ele ficou com Jesus o tempo todo Dele aqui na terra, “E, se na verdade julgo, o meu juízo é verdadeiro, porque não sou eu só, mas eu e o Pai que me enviou”, João 8:16. Ninguém conhece o Pai senão Jesus, “Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar”, Mat 11:27. O Pai identifica Jesus com sendo Seu filho, “E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo”, Lucas 3:22. Como pode nessas escrituras toda Jesus conversar com Ele mesmo fazendo todas essas atividades? Não faz sentido nenhum!!!

Há muitas e muitas escrituras onde mostram que definitivamente existe um ser que é Pai de Jesus. Um ser diferente de Jesus. Que tem sentimentos e personalidades diferentes de Jesus. Entretanto os dois têm vivido por tanto tempo (toda a eternidade) que pensam muito parecido. Um sabe exatamente o que o outro está pensando e tem os mesmos sentimentos. Como o marido e mulher de muitos anos de casados. Um passa a conhecer o outro muito bem, E OLHA QUE É SOMENTE NOS TEMPOS DA TERRA. Imagina então vivendo com a mesma pessoa por BILHÕES de anos. Encorajem-se pois temos um Pai e Filho Jesus maravilhosos.

João 20:17, “Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”.

1 comentário