Arquivo para categoria Festa de Pentecostes

A FESTA DE PENTECOSTES

Também chamada de Festa das Semanas, esta solenidade dura um dia, portanto mil anos para nós. Note que estamos ainda na no final da colheita da primavera, antes do verão, observando este dia santo. Portanto, ainda estamos falando dos Primeiros Frutos, “E isto segundo a ordem de cada dia, fazendo ofertas conforme o mandamento de Moisés, nos sábados e nas luas novas, e nas solenidades, três vezes no ano; na festa dos pães ázimos, na festa das semanas, e na festa das tendas”, 2 Crônicas 8:13.

“Também guardarás a festa das semanas, que é a festa das primícias da sega do trigo, e a festa da colheita no fim do ano”, Êxodo 34:22.

 “Semelhantemente, tereis santa convocação no dia das primícias, quando oferecerdes oferta nova de alimentos ao Senhor, segundo as vossas semanas; nenhum trabalho servil fareis”, Números 28:26.

Como vimos a Festa dos Pães Asmos são a respeito das primícias dos primeiros frutos. Todos os que têm sido chamados e obedeceram a Deus desde o tempo de Abel até agora, são as primícias dos primeiros frutos. A Festa de Pentecostes está relacionada aos Primeiros Frutos. Uma grande maioria se arrependerá na tribulação e num tempo de mil anos ou designado e os seus arrependimentos os qualificaram para fazerem parte da ressurreição dos Primeiros Frutos. Fascinante!

1. Quando devemos começar a observar a Festa de Pentecostes?

Comentário: Seguindo o dia da Oferta Movida, Deus nos dá o Seu outro dia de solenidade, Pentecostes.

O início da própria palavra Pentecostes significa 50. Pente é a mesma coisa que o número 50. E foi isso exatamente que Deus nos comandou. Ele disse para contar 50 semanas ou sete sábados (1 sábado tem 7 dias. 7 sábados tem 50 dias) inteiros para celebrarmos a Festa de Pentecostes, “Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão. Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta dias; então oferecereis nova oferta de alimentos ao Senhor”, Levítico 23:15-16.

Começamos a contar sete Sábados depois do dia do molho da Oferta Movida (quando Jesus foi aceito por nós) – praticamente 50 dias depois da oferta, teremos a Festa de Pentecostes.

 O Espírito Santo e a Festa de Pentecostes

Sabemos que a Festa de Pentecostes está relacionada à Festa de Pentecostes porque foi nesse dia que Jesus pediu ao Pai e enviou o Espírito Santo para os discípulos em Jerusalém. Muitos sabem dessa história. Aliás, temos até igrejas que foram criadas baseadas nesse fato o que não tem nenhuma relevância bíblica. Note o fato histórico…

 “E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar; E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem”, Atos 2:1-4.

Vemos então que Pentecostes tem tudo a ver como o derramamento do Espírito Santo nas pessoas. O Espírito Santo não foi concedido ao ser humano até então. Pouquíssimos, como os profetas e muitos outros pouquíssimos, tinham o Espírito Santo que foi dado a eles para que cumprisse sua especifica tarefa dada por Deus. Eles precisavam do Espírito Santo para entender Deus. Sem o Espírito Santo é impossível entender as coisas de Deus.

“Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente”, 1 Coríntios 2:10-14.

1. Foi a Lei de Deus dos Dez Mandamentos dado ao povo no Dia de Pentecostes?

Comentário: Em Atos 2 vemos que os Dez Mandamentos foi dado aos Israelitas no Dia de Pentecostes no monte Sinai iniciando assim a Aliança como Deus. Está aliança foi à aliança que os Israelitas quebraram. Agora temos uma nova aliança selada como o sangue de nosso Cordeiro e Senhor Jesus Cristo que seguirá por toda a eternidade.

O Espírito Santo será dado a toda humanidade

            O Espírito Santo foi dado para um número pequeno de pessoas na época de Cristo. Mas, foi a primeira vez, escrito na Bíblia, que o Espírito de Deus foi dado para um grupo de pessoas ao mesmo tempo. Isso nunca aconteceu antes.

A Festa de Tabernáculos está ligada ao Espirito Santo como estudamos. Há um significado muito grande e importante neste dia. Deus dará o Espírito Santo para todos que vivem na terra. Todos receberam o Espírito de Deus. Todos terão a oportunidade de conhecer os mistérios de Deus pela primeira vez. O Espírito Santo como diz as escrituras, nos ensinará a entender tudo de Deus. O profeta Joel fala deste dia que acontecerá no futuro, no dia de Pentecostes:

             “E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito”, Joel 2:28-29.

Sim, o Espírito será dado a todos que vivem na terra e por um tempo de mil anos.

 O milênio de Pentecostes e os Primeiros Frutos

Não há dúvida que muitos que receberam o Espírito Santo de Deus neste milênio, muitos serão qualificados a ser parte da família de Deus. Eles serão os Primeiros Frutos, as primícias de Deus.

O Espírito Santo sendo derramado em toda terra, haverá muitos que seguirão, obedeceram e mudarão a vida deles para viverem igual a Deus. Daí aonde vem a grande quantidade de pessoas sendo qualificadas como Primeiros Frutos de Deus.

Em Pentecostes concluímos o plano de Deus para aqueles que observaram e viveram de acordo com Deus como Abel, Noel, Daniel, rei Davi e outros. Somos nós também parte das primícias? Seguimos a Deus como todo o nosso coração e alma? Vivemos de acordo com as leis e mandamentos e todas as palavras de Deus? Se assim fazemos, sim seremos também os Primeiros Frutos de Deus.

Deixe um comentário

Festa de Pentecostes, hoje

Comece a Festa de Pentecostes com uma trombeta.

Hoje completa sete sábados depois que começamos a contar as semanas no domingo da Festa dos Pães Asmos.

“Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta dias; então oferecereis nova oferta de alimentos ao SENHOR”, Levítico 23:16.

“E naquele mesmo dia apregoareis que tereis santa convocação; nenhum trabalho servil fareis; estatuto perpétuo é em todas as vossas habitações pelas vossas gerações”, Levítico 23:21.

Vemos nesse dia que Cristo enviou o Espírito Santo para seus discípulos que estavam em Jerusalém. O Espírito Santo é o poder de Deus. Todos no futuro terão a oportunidade de te-lo depois de se arrependerem e forem batizados.

Tenha uma excelente Festa de Pentecostes.

Deixe um comentário

Lua nova e Sexto Sábado para Pentecostes

Hoje é lua nova. Celebremos a lua nova com Trombeta

New Moon

Contareis sete Sábado para a Festa de Pentecostes ou Festa das Semanas. Hoje é também o sexto Sábado que estamos contando depois da Oferta de Movimento que foi o domingo, depois do Sábado da Festa de Pães Asmos (leia estudos e blogs neste site para mais informações sobre estes dias santos e importantes para Deus).

Deus explica que a lua nova e Suas Festas devem ser celebras, “E isto segundo a ordem de cada dia, fazendo ofertas conforme o mandamento de Moisés, nos sábados e nas luas novas, e nas solenidades, três vezes no ano; na festa dos pães ázimos [Festa dos Pães Asmos], na festa das semanas [Festa de Pentecostes], e na festa das tendas [Festa de Tabernáculos]“, 2 Crônicas 8:13.

“Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: As solenidades do SENHOR, que convocareis, serão santas convocações; estas são as minhas solenidades … Estas são as solenidades do SENHOR, as santas convocações, que convocareis ao seu tempo determinado”, Levítico 23: 2, 4.

Deixe um comentário

Contareis 7 sábados

Depois do molho da Oferta Movida que acontece depois do dia de Sábado, temos que contar sete sábados para a Festa de Pentecostes. Hoje é o sexto Sábado depois da Oferta Movida,

“Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão.

Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta dias; então oferecereis nova oferta de alimentos ao SENHOR”, 
Levítico 23:15-16

Isto significa que o próximo Sábado será o sétimo Sábado comandado de Deus. No dia após o Sábado, será a Festa de Pentecostes.

“Sete semanas contarás; desde que a foice começar na seara[O molho da Oferta tinha de acontecer primeiro antes da colheita começar]  iniciarás a contar as sete semanas”, Deuteronômio 16:9.

“Depois celebrarás a festa das semanas[Festa de Pentecostes] ao SENHOR teu Deus; o que deres será oferta voluntária da tua mão, segundo o SENHOR teu Deus te houver abençoado”, Deuteronômio 16:10.

É claro, hoje não fazemos mais o Molho da Oferta de Movimento porque Jesus foi o nosso molho. E Ele no dia da Oferta foi levado ao céu onde foi aceito pelo nosso Deus. Leia nas escrituras, “Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai… , e dize-lhes que eu subo[Ele é o molho da Oferta Movida que o sacerdote moveu ao ar para ser aceito por Deus] para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”, João 20:17.

Cristo no dia da Oferta Movida, no domingo, estava esperando ser levado ao Pai como o molho da Oferta Movida. Note que mais tarde no mesmo dia, Ele tinha sido aceito por Deus e os apóstolos agora poderiam tocar nele, “Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos… chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco”, João 20:19.

Jesus foi e é o nosso molho da Oferta de Movimento que em cada ano é simbolicamente levado para ser aceito por Deus. É por isso que não precisamos fazer oferta a cada ano. Entretanto, mantemos esse dia importante do nosso Senhor com orações e estudo no Senhor.

Deixe um comentário

Contando sete sábados

Na quarta feira passada, celebramos o último dia (sétimo) dia da Festa de Pães Asmos como Deus tem nos mandado, “A festa dos pães ázimos guardarás; sete dias comerás pães ázimos, como te tenho ordenado, ao tempo apontado do mês de Abibe; porque no mês de Abibe saíste do Egito”, Êxodo 34:18.

Também, “Seis dias comerás pães ázimos e no sétimo dia é solenidade ao SENHOR teu Deus; nenhum trabalho farás”, Deuteronômio 16:8.

Uma outra coisa importante nessa festa é o que Deus também nos comandou, “Sete semanas contarás; desde que a foice começar [colheita começar – depois que o sacerdote moveu os primeiro frutos da colheita ao Senhor – oferta movida] na seara iniciarás a contar as sete semanas”, Deuteronômio 16:9.

Deus disse que devemos contar sete semanas a partir da Oferta de Movimento que aconteceu no domingo, depois do sábado, nesta festa de Pães Asmos, “E ele moverá o molho perante o SENHOR, para que sejais aceitos; no dia seguinte ao sábado o sacerdote o moverá”, Levítico 23:11.

“Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão. Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta dias; então oferecereis nova oferta de alimentos ao SENHOR”, Levítico 23:15-16.

Esta é a Festa de Pentecostes. Cinquenta dias ou sete semanas tem que ser contada para que celebremos um nova festa santa, a Festa de Pentecostes.

Hoje é o primeiro sábado depois da Oferta de Movimento quando começamos a contar sete semanas ou cinquenta dias.

Deixe um comentário

PENTECOSTES, O JUBILEU DE DIAS

Nota: Receba a Festa de PENTECOSTES com um toque de corneta!

A Festa de Pentecostes cai no dia 50 – sete Sábados contados começando no Sábado da semana da Oferta de Movimento. A Oferta de Movimento descreve Cristo sendo aceito pelo Pai por nós como a remissão de nossos pecados, Ele é o Sumo Sacerdote e intercessor por nós perante o Pai. Neste dia, Jesus Cristo tornará nosso Sumo Sacerdote para sempre na ordem de Melquisedeque “Jurou o SENHOR, e não se arrependerá: tu és um sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque”, Salmos 110:4 .

Cristo se tornou o Rei de Israel no Sinai, em Pentecostes quando Cristo e o povo entraram na aliança, frequentemente chamada de Velho (Antigo) mandamento. Em Pentecostes o povo pediu a Moisés ser um mediador entre eles e Deus nessa nova aliança! E Cristo concordou.

Como Moisés foi o Mediador do Velho Testamento, Jesus Cristo se tornou o Mediador do Novo Testamento!

A rebelião de Coré foi uma rebelião contra o Mediador da Aliança e é equivalente a qualquer homem que segui outro homem – um homem não pode representar outro homem perante Deus. Temos somente um Mediador entre o homem e Deus.

Jesus Cristo É o nosso mediador e nós não devemos seguir qualquer outro homem ou grupo contrário aos exemplos e instruções de Jesus Cristo.

A rebelião de Coré é frequentemente torcida para ensinar que o homem tem que ser fiél a organização ou a outro homem.

Isso é um grande erro. A lição de Coré significa exatamente o contrário que devemos sempre ser leal ao nosso Sumo Sacerdote e o nosso Mediador  da Aliança: Jesus Cristo! E não a qualquer organização ou homem. Devemos ser leal a Jesus somente e acima de tudo. Ser leal para um organização em vez de Deus é idolatria.

No primeiro pentecostes Cristo se tornou Rei sobre Israel. Naquele dia, o Rei escreveu as leis básicas em duas tábuas de pedra para todo o povo.

Em Jeremias 31, vemos que a primeira aliança falhou devido ao coração duro das pessoas bem representado nas duas tábuas de pedra. Deus falou para Jeremias que uma Nova Aliança seria feita para o povo e a lei seria escrita, não em pedras, mas nos corações das pessoas.

Joel cheio do espírito de Deus profetizou que Deus daria a toda carne Seu espírito no dia do Senhor, Joel 2:28; e Pedro explicou que era o espírito de Deus que foi dado para as pessoas em Atos 2, no dia de Pentecostes em 31 a.C. Paulo explicou em Hebreus que é através do espírito de Deus que a lei será escrita nos corações das pessoas na Aliança Nova, ou Novo Testamento.

Isto aconteceu na Festa de Pentecostes em 31 a.C. mas foi somente para poucas pessoas, mostrando que as profecias de Joel ainda irá acontecer.

*1)         Pentecostes aconteceu no dia 50 depois que Jesus Cristo se tornou nosso Sumo Sacerdote e intercessor para “os Chamados do Egito”. Em Pentecostes ( no monte Sinai), a lei foi dada ao povo escrita em tábuas de pedra, um casamento entre o povo e Jesus Cristo.

*2)         Em 31 a.C. na Festa de Pentecostes, o Espírito Santo foi oficialmente dado, estabelecendo oficialmente essa Nova Aliança prometida em Jeremias. Neste Pentecostes, Cristo começou a oficializar e escrever Sua lei nos corações dos “chamados do Egito deste mundo”. Neste dia, Cristo se tornou o Rei assim que Ele foi levado para o Pai e se tornou Sumo Sacerdote no dia da Oferta de Movimento, que aconteceu naquela semana de Domingo.

*3)         Num futuro bem perto de Pentecoste, Cristo derramará o Espírito de Deus sobre toda carne, Joel 2:28 e o Reino de Deus será estabelecido; mas desta vez será por toda a terra.

Fomos instruídos a contar sete Sábados e a observar Pentecostes no dia depois do sétimo Sábado; no qual é o dia cinquenta. Sendo assim, Pentecostes sempre acontecerá no Domingo, um dia depois do Sábado.

Desta mesma maneira, também fomos instruídos a contar sete Sábados em anos, ou seja, um Sábado representa sete anos, e observar o ano de Jubileu. Depois que passar esses setes Sábados, (1 ano de Sábado tem 7 anos; então 7 anos de Sábado tem 49 anos), no ano seguinte, que será o ano 50, celebraremos o Jubileu de anos, na Festa de Expiação. O Jubileu de anos começa a ser contado e terminado na Festa de Expiação e não no início do ano.

A própria palavra “Jubileu” significa “Tocar da Trombeta”!

Nesta tocar da trombeta de liberdade todas as dívidas [pecados] serão perdoados, haverá a remoção de Satanás para sempre; e a restauração do governo de Deus acontecerá em toda a terra! Gloria e honra a Deus pela Sua grande misericórdia e amor conosco!

Neste Jubileu de dias, nesse Pentecostes ( que também chama-se Pentecostes porque a palavra pentecoste significa cinquenta), que está chegando bem em breve:

*1) Satanás será removido da terra por 1.000 anos (no dia de Pentecostes de dias), e será totalmente removido desta terra para sempre no Jubileu de anos ( no dia de Expiação), no começo da colheita maior.

*2) Liberdade de Satanás e pecado será declarada quando o espírito de Deus for colocado em toda a carne.

*3) O Governo de Deus restaurará toda a terra; e paz acontecerá sobre a terra.

*4) Toda a humanidade vivendo naquele tempo será levada a Nova Aliança, e se eles crescerem e vencerem, eles entrarão na família espiritual de Deus!

A mesma coisa acontecerá com o Jubileu de anos, quando a colheita maior da humanidade receber a oportunidade de entrar na família de Deus.

Deixe um comentário

PENTECOSTES, O JUBILEU DE ANOS

Pentecostes é a respeito de contar as semanas de Oferta de Movimento (7 semanas) até chegar a pentecostes – Jubileu de dias; enquanto, Expiação conta as semanas que é representada em anos  (50 anos)– Jubileu de anos.

Há aqueles que pensam que o Milênio chegará no Jubileu de anos. Isto é um erro, assim como o Jubileu dos anos refere-se à colheita de Outono e NÃO a colheita anterior dos Primeiros-Frutos.

O JUBILEU DE ANOS (a cada 50 anos)

Como Pentecostes é o Jubileu dos dias; o jubileu de anos acontece na Festa de Expiação. Temos que contar as semanas do Sábado até chegarmos a cinquenta dias: Temos que contar os anos como sábado para alcançar os 50 anos.

Com o ano 50 alcançado, a nova aliança será estabelecida com o perdão das dividas [pecado] que será estendida a todos aqueles que não foram qualificados entre os Primeiros-frutos.

Pentecostes, o Jubileu dos dias, mostra a extensão dessa Nova Aliança, para a maior colheita.

A Festa de Expiação, o jubileu de anos, mostra a extensão da Nova Aliança, para a colheita maior.

“Falou mais o SENHOR a Moisés no monte Sinai, dizendo: Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando tiverdes entrado na terra, que eu vos dou, então a terra descansará um sábado ao SENHOR. Seis anos semearás a tua terra, e seis anos podarás a tua vinha, e colherás os seus frutos; Porém ao sétimo ano haverá sábado de descanso para a terra, um sábado ao SENHOR; não semearás o teu campo nem podarás a tua vinha. O que nascer de si mesmo da tua sega, não colherás, e as uvas da tua separação não vindimarás; ano de descanso será para a terra. Mas os frutos do sábado da terra vos serão por alimento, a ti, e ao teu servo, e à tua serva, e ao teu diarista, e ao estrangeiro que peregrina contigo; E ao teu gado, e aos teus animais, que estão na tua terra, todo o seu produto será por mantimento. Também contarás sete semanas de anos, sete vezes sete anos; de maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e nove anos”, Levítico 25:1-8. O jejum que fazemos no dia de Expiação é a proclamação do ano de Jubileu.

Pentecostes tem o mesmo significado para a colheita da primavera como Expiação tem para a colheita do Outono. Ambos são dias de L I B E R D A D E dos pecados e de todos os tipos de escravidão, e o estabelecimento da liberdade e restauração dos povos em suas terras que foram dadas por Deus. Eles têm o mesmo significado de remover a opressão e a escrita da lei nos corações das pessoas.

Em Pentecostes, a Nova Aliança dos Primeiros-Frutos foi confirmada com o derramamento do espírito santo de Deus às pessoas em 31 a.C. Na Pentecostes, de um futuro bem próximo, o derramamento do espírito de Deus acontecerá sob toda a carne, Joel 2:28; e toda a carne terão as leis de Deus escritas em seus corações e mentes. Depois disso, assim como aconteceu com os Primeiros-Frutos que já viveram e estão vivendo hoje em dia, sendo zelosos e obedecendo a todos os mandamentos de Deus, eles terão de viver a vida deles nas leis e mandamentos de Deus antes de serem transformados em espírito.

A colheita maior terá também de ter as leis de Deus escritas em seus corações, DEPOIS DO MILÊNIO, na Expiação do Outono, no Jubileu de anos, e a Nova Aliança será estendida à colheita maior da humanidade. Pecados serão perdoados, Satanas será removido para sempre [não somente por mil anos], a expiação do Sacrifício de Cristo será aplicado à colheita maior; os festivais do Outono de Tabernáculos da colheita maior acontecerão.

“Então no mês sétimo, aos dez do mês, farás passar a trombeta do jubileu; no dia da expiação fareis passar a trombeta por toda a vossa terra, E santificareis o ano qüinquagésimo, e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores; ano de jubileu vos será, e tornareis, cada um à sua possessão, e cada um à sua família. O ano qüinquagésimo vos será jubileu; não semeareis nem colhereis o que nele nascer de si mesmo, nem nele vindimareis as uvas das separações, Porque jubileu é, santo será para vós; a novidade do campo comereis”, Levítico 25:9-12.

Pentecostes é o Jubileu de anos porque ele se refere a colheita da primavera. O Jubileu de anos deixa bem claro que o dia de Expiação acontecerá no Outono e refere-se à colheita maior do Outono!

O que acontece com os Primeiros-Frutos em Pentecostes irá acontecer com a colheita maior em Expiação!

A própria palavra ‘Jubileu’ significa ‘toque de Trombeta’! O Jubileu de anos e dos dias são um Novo Começo em Cristo para as duas colheitas.

A colheita maior em Outono deve primeiro ser ressuscitada na Festa de Trombetas e depois eles devem ser levados ao ARREPENDIMENTO e liberados do pecado e do deus rei do Egito neste mundo; da mesma maneira que Israel foi liberado do deus rei do Egito.

Para ser bem claro, a cerimonia especial foi comandada para cada Jejum de Expiação.

“Também tomará ambos os bodes, e os porá perante o SENHOR, à porta da tenda da congregação. E Arão lançará sortes sobre os dois bodes; uma pelo SENHOR, e a outra pelo bode emissário. Então Arão fará chegar o bode, sobre o qual cair a sorte pelo SENHOR, e o oferecerá para expiação do pecado”, Levítico 16:7-9

Deixe um comentário

Quinto Sábado passou!

Ontem, no dia de Sábado, foi a QUINTA SEMANA DEPOIS da OFERTA de  MOVIMENTO. Como é mandado por Deus, sete Sábados deve passar, e no próximo dia que é um dia de Domingo, será a FESTA DE PENTECOSTES. Devemos celebrar essa Festa precisamente do jeito que Deus quer que a celebremos.

“Sete semanas contarás; desde que a foice começar na seara iniciarás a contar as sete semanas. Depois celebrarás a festa das semanas ao SENHOR teu Deus; o que deres será oferta voluntária da tua mão, segundo o SENHOR teu Deus te houver abençoado”, Deuteronômio 16:9-10.

“Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida   [OFERTA DE MOVIMENTO]; sete semanas inteiras serão. Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta dias; então oferecereis nova oferta de alimentos [Oferta de alimentos – Festa de pentecostes]  ao SENHOR”, Levítico 23:15-16.

Começarei a escrever um estudo sobre a Carta de Paulo para Colossenses.

Deixe um comentário

A Festa de Pentecostes, Resumo

*1) O começo da colheita dos Primeiros-Frutos começa com Jesus Cristo sendo aceito pelo Pai no dia da Oferta de Movimento (Domingo) como sendo o Primeiro dos Primeiros-Frutos.

*2) A teocracia de Israel começou no monte Sinai em Pentecostes, quando a lei foi dada em tabletes de pedra ao povo.

*3) Em Pentecostes em 31 a.C, o Espírito de Deus foi colocado em alguns, como um exemplo do que irá acontecer no Pentecostes no futuro.

*4) Depois do dia do Senhor e a destruição de todas as resistências junto com a remoção de Satanas; o Milênio Teocrático de Israel será estabelecido; com TODAS as nações juntando-se a Israel; com o derramamento do espírito de Deus em TODA a carne; e com as escrituras das leis de Deus escritas em nossos corações e não mais em pedras.

“Eis que dias vêm, diz o SENHOR, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o SENHOR. Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao SENHOR; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o SENHOR; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados. Assim diz o SENHOR, que dá o sol para luz do dia, e as ordenanças da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, bramando as suas ondas; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome. Se falharem estas ordenanças de diante de mim, diz o SENHOR, deixará também a descendência de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre”, Jeremias 31:31-36.

Desde do começo até agora, isto vem acontecendo somente em parte, especialmente para os Chamados. Num futuro bem perto, irá acontecer a TODO Israel, e TODOS os gentios como disse Joel; Deus irá colocar seu Espírito em TODA a carne.

Deixe um comentário

“Contarei cinquenta dias”

Como temos vista, a Festa de Pães Asmos tem um significa enorme para os Primeiros-Frutos. Esses Primeiros-Frutos são aqueles que estão sendo chamados agora por Deus para seguir um novo caminho, o caminho de vida de Deus obedecendo TUDO que Deus nos fala. Com o termino da Festa, Deus nos comanda a contar semanas ou dias para o início de outra Festa Santa, a Festa de Pentecoste.

Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão. Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta dias; então oferecereis nova oferta de alimentos ao SENHOR”, Levítico 23:15-16.

O dia seguinte do Sábado é o Domingo. Neste domingo somos instruídos a contar 50 dias ou sete semana para a próxima Festa santa.

Esta nova Festa Santa, consequentemente vai sempre cair num domingo. Pois sete semanas inteiras começando do domingo vai cair novamente em um outro domingo.

Nesta Festa de Pentecostes no passado foi quando as leis de Deus foi dada ao povo no monte Sinai. nesta Festa também foi quando o Espírito Santo foi derramando nas pessoas em Jerusalém, “E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar; E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles”, Atos 2:1-3. 

Neste momento, Jesus tinha recebido autorização do Pai e abriu o Espírito Santo para os seres humanos. Anteriormente, o Espírito Santo foi dado a pouquissíma pessoas como Abel, Noé, Abrahão, etc. Mas, agora, o Espírito Santo está disponível a todos que se arrependem e são batizados e aceitam Jesus em suas vidas e mudam suas maneiras de viver. Falar em linguas foi somente um milagre que aconteceu naquele momente. Isso não acontece mais. Eles falando em linguas foi somente um simbolismo do poder do Espírito Santo e mostrou também um significado que o Espírito Santo foi dado ao ser humano. Mas, não a todos nesse momento.

O Espírito Santo não está sendo dado a todo ser humano nesse momento. Somente aos que respondem a chamada de Deus. Mas, no futuro, ele será dado a todos na terra, “Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: Homens judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras.
Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo a terceira hora do dia.
Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:
E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos terão sonhos; E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão; E farei aparecer prodígios em cima, no céu; E sinais em baixo na terra, Sangue, fogo e vapor de fumo. O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor; E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”, Atos 2:14-21.

Tudo isso não aconteceu no ano 30 a.C.

Este Dia Santo de Pentecostes ainda está no futuro bem perto.

Deixe um comentário