Os frutos da carne e do Espírito

          Estamos aqui nessa vida por milhares de anos e mesmo assim são pouquíssimos os que param para pensar e perguntar ‘Por que vivemos?’, ou até mesmo, ‘Existe Deus?’.

A realidade é muito simples. Vivemos por nós mesmos, ou seja, passamos a maioria do tempo pensando nas coisas que são boas para nós. Sempre procuramos coisas nessa vida para servir a nós mesmos. É tudo para nós, sobre nós, e somente para nós. Não há tempo para outra coisa.

A ideia de pensarmos em qualquer outra coisa como se existe um Deus são pensamos que passam rapidamente por nossas mentes talvez num momento religioso ou uma conversa rápida com amigos. Muitos de nós vamos para igrejas, seja qual for à denominação, mas quando saímos da igreja pouco é falado de um Deus na religião deles.

O padrão de vida que vivemos é criado por nós. Não gostamos muito quando outras pessoas tentam nos falar como devemos viver e agir e pensar. Há uma crença em nós mesmos que é muito forte. Acreditamos realmente que sabemos o que melhor para nós. Acreditamos fortemente que não precisamos procurar ninguém para nos ensinar o caminho do viver; o caminho que nos levaria a paz e a felicidade porque de acordo com a nossa crença em nós mesmos, nós sabemos qual caminho é esse.

Então aqui vivemos nesse mundo de acordo com as nossas próprias sabedorias da carne. Andando e mostrando ao próximo que somos melhores do que eles. O orgulho é bastante grande e a nossa arrogância de sabermos o que é melhor para nós e cega, falsa, e corrupta.

           Mas, por que somos assim? Por que pensamos dessa forma?

           O ser humano além de ter a influência satânica, “Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência,” Efésios 2:2, temos essa natureza humana que nos impede de procurar o porquê das coisas. Essa natureza humana que nos dá essa ideia falsa que somos independentes e que temos a capacidade de escolher o bem e o mal; essa ideia falsa de que sabemos o que é melhor para nós; e essa ideia falsa de que não precisamos de nenhum Deus para nos dizer o que é melhor para nós. Desde o tempo de Adão temos vivido nessa arrogância e egoísmo e vaidade da carne.

 Natureza Humana e seus frutos – o fruto da destruição

           Sim temos uma natureza em nós. A Bíblia chama isso de natureza humana. A natureza humana é claro possui desejos humanos. Através dos sentidos da carne: audição, visão, olfato, paladar e tato, procuramos satisfazer a carne ou nossa natureza humana.

bebedeiraÉ claro, o perigo é escolher os sentidos que são contrários à felicidade, a paz e a harmonia. Esse sentido é o que a maioria de nos escolhemos. Procuramos na realidade coisas que nos faz mal, mas, entretanto, sentimos uma satisfação boa quando os fazemos. Paulo nos alerta disso,Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus”, 1 Coríntios 6:9-10.

          Paulo repete isso em outra carta, “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”, Gálatas 5:19-21.

          É com grande tristeza é claro que o ser humano em sua grande e total maioria tem escolhido esses frutos da carne. Esses frutos escritos aqui tão claramente por Paulo. Os frutos que tem trazidos várias guerras sanguinárias; bastantes guerras locais e regionais com também duas guerras mundiais com a terceira rapidamente se aproximando. Bastante sofrimento e absurdos abusos nós causamos uns aos outros na historia da humanidade. Tudo isso por causa dos prazeres que temos em destruir e conquistar e por nós mesmos em cima de tudo e todos. Um prazer que é carnal e que não leva de forma alguma a uma paz eterna e felicidade sem medida.

Nós como humanos vivemos no prazer de ganhar e não de Dar. De receber do próximo e não de dar ao próximo.

Mas, existe outro caminho!

Natureza Humana e seus frutos – o fruto da alegria

A Bíblia também fala de outros sentimos que infelizmente são pouco usados por nós. Outros sentimentos que damos a nossa carne que nos daria uma vida melhor de paz e felicidade não somente com nos mesmos, mas com o próximo também. A Bíblia chama esse fruto de fruto do Espírito…

          “Porque as o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança”, Gálatas 5:22.feeding others

          “(Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade)”, Efésios 5:9.

1. Os frutos da carne são o mesmo dos frutos do Espírito?

Comentário: Não. Na realidade a Bíblia nos diz que eles são contrário um ao outro. Os dois frutos são duas maneiras completamente diferente de uma pessoa viver. Observe essa escritura,Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis”, Gálatas 5:17.

Agora, muitos escolhem e tem os dois frutos, carne e espírito. Mas eles são contrários a si mesmos. Podemos observar também que há intensidade deles. As pessoas têm níveis diferentes desses frutos. Por exemplo, uns tem bondade demais enquanto outros nem tanto. Uns tem inveja demais enquanto outros têm pouco. Mas, os frutos da carne e espírito entre si, são diferentes e contrários entre eles.

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: