PENTECOSTES, O JUBILEU DE ANOS

Pentecostes é a respeito de contar as semanas de Oferta de Movimento (7 semanas) até chegar a pentecostes – Jubileu de dias; enquanto, Expiação conta as semanas que é representada em anos  (50 anos)– Jubileu de anos.

Há aqueles que pensam que o Milênio chegará no Jubileu de anos. Isto é um erro, assim como o Jubileu dos anos refere-se à colheita de Outono e NÃO a colheita anterior dos Primeiros-Frutos.

O JUBILEU DE ANOS (a cada 50 anos)

Como Pentecostes é o Jubileu dos dias; o jubileu de anos acontece na Festa de Expiação. Temos que contar as semanas do Sábado até chegarmos a cinquenta dias: Temos que contar os anos como sábado para alcançar os 50 anos.

Com o ano 50 alcançado, a nova aliança será estabelecida com o perdão das dividas [pecado] que será estendida a todos aqueles que não foram qualificados entre os Primeiros-frutos.

Pentecostes, o Jubileu dos dias, mostra a extensão dessa Nova Aliança, para a maior colheita.

A Festa de Expiação, o jubileu de anos, mostra a extensão da Nova Aliança, para a colheita maior.

“Falou mais o SENHOR a Moisés no monte Sinai, dizendo: Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando tiverdes entrado na terra, que eu vos dou, então a terra descansará um sábado ao SENHOR. Seis anos semearás a tua terra, e seis anos podarás a tua vinha, e colherás os seus frutos; Porém ao sétimo ano haverá sábado de descanso para a terra, um sábado ao SENHOR; não semearás o teu campo nem podarás a tua vinha. O que nascer de si mesmo da tua sega, não colherás, e as uvas da tua separação não vindimarás; ano de descanso será para a terra. Mas os frutos do sábado da terra vos serão por alimento, a ti, e ao teu servo, e à tua serva, e ao teu diarista, e ao estrangeiro que peregrina contigo; E ao teu gado, e aos teus animais, que estão na tua terra, todo o seu produto será por mantimento. Também contarás sete semanas de anos, sete vezes sete anos; de maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e nove anos”, Levítico 25:1-8. O jejum que fazemos no dia de Expiação é a proclamação do ano de Jubileu.

Pentecostes tem o mesmo significado para a colheita da primavera como Expiação tem para a colheita do Outono. Ambos são dias de L I B E R D A D E dos pecados e de todos os tipos de escravidão, e o estabelecimento da liberdade e restauração dos povos em suas terras que foram dadas por Deus. Eles têm o mesmo significado de remover a opressão e a escrita da lei nos corações das pessoas.

Em Pentecostes, a Nova Aliança dos Primeiros-Frutos foi confirmada com o derramamento do espírito santo de Deus às pessoas em 31 a.C. Na Pentecostes, de um futuro bem próximo, o derramamento do espírito de Deus acontecerá sob toda a carne, Joel 2:28; e toda a carne terão as leis de Deus escritas em seus corações e mentes. Depois disso, assim como aconteceu com os Primeiros-Frutos que já viveram e estão vivendo hoje em dia, sendo zelosos e obedecendo a todos os mandamentos de Deus, eles terão de viver a vida deles nas leis e mandamentos de Deus antes de serem transformados em espírito.

A colheita maior terá também de ter as leis de Deus escritas em seus corações, DEPOIS DO MILÊNIO, na Expiação do Outono, no Jubileu de anos, e a Nova Aliança será estendida à colheita maior da humanidade. Pecados serão perdoados, Satanas será removido para sempre [não somente por mil anos], a expiação do Sacrifício de Cristo será aplicado à colheita maior; os festivais do Outono de Tabernáculos da colheita maior acontecerão.

“Então no mês sétimo, aos dez do mês, farás passar a trombeta do jubileu; no dia da expiação fareis passar a trombeta por toda a vossa terra, E santificareis o ano qüinquagésimo, e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores; ano de jubileu vos será, e tornareis, cada um à sua possessão, e cada um à sua família. O ano qüinquagésimo vos será jubileu; não semeareis nem colhereis o que nele nascer de si mesmo, nem nele vindimareis as uvas das separações, Porque jubileu é, santo será para vós; a novidade do campo comereis”, Levítico 25:9-12.

Pentecostes é o Jubileu de anos porque ele se refere a colheita da primavera. O Jubileu de anos deixa bem claro que o dia de Expiação acontecerá no Outono e refere-se à colheita maior do Outono!

O que acontece com os Primeiros-Frutos em Pentecostes irá acontecer com a colheita maior em Expiação!

A própria palavra ‘Jubileu’ significa ‘toque de Trombeta’! O Jubileu de anos e dos dias são um Novo Começo em Cristo para as duas colheitas.

A colheita maior em Outono deve primeiro ser ressuscitada na Festa de Trombetas e depois eles devem ser levados ao ARREPENDIMENTO e liberados do pecado e do deus rei do Egito neste mundo; da mesma maneira que Israel foi liberado do deus rei do Egito.

Para ser bem claro, a cerimonia especial foi comandada para cada Jejum de Expiação.

“Também tomará ambos os bodes, e os porá perante o SENHOR, à porta da tenda da congregação. E Arão lançará sortes sobre os dois bodes; uma pelo SENHOR, e a outra pelo bode emissário. Então Arão fará chegar o bode, sobre o qual cair a sorte pelo SENHOR, e o oferecerá para expiação do pecado”, Levítico 16:7-9

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: