Dízimo, Parte I

O sistema de dizimar foi um meio financeiro na época Mosaica. Esse mesmo tipo financeiro de dízimo será implantado no Reino de Deus.

Neste momento estamos em transição dos Reinos, mesmo assim aqueles que estão sendo chamados devem aprender sobre as leis do Reino que está chegando, PRATICANDO-AS! Devemos ter o hábito de obedecer às leis de Deus mesmo se somos imperfeitos neste mundo e estamos encarando tantos problemas por causa disso.

PRATICANDO os mandamentos de Deus nesta era tão difícil, aprendemos a ter SABEDORIA em como aplicar os mandamentos nas diversas circunstâncias. Deus está usando estas circunstâncias difíceis para TESTAR nossa fé e dedicação e para nos ensinar sabedoria aplicando as leis em espírito e carta.

É claro, nossas circunstâncias são diferentes do Israel antigo e diferente do reino que está chegando! É através dessas diferenças e tribulação presentes que aprendemos sabedoria, verdade e fidelidade; e como aplicar o espírito e carta da lei quando as situações parecerem difíceis e duvidosas.

O QUE É O ESPÍRITO E INTENÇÃO DO DÍZIMO?

  1. Para apoiar financeiramente a operação da igreja.

  2. Para lembrar o povo que a terra que vivemos Deus nos deu e que o povo deve agradecer a Deus por nos ter providenciado.

  3. Para ensinar a obedecer a todas as leis de Deus.

  4. Para dar ao povo a oportunidade de chegar perante a Deus e aprender o caminho de vida.

Ninguém questiona que isso era a lei de Israel no tempo de Moisés; é a aplicação dessa lei nos dias de hoje que muitos questionam.

Hoje, temos que manter os dízimos – AMBOS na carta como também no espírito.

Não, não somos nenhum povo agrícola como nossa própria terra nesse momento; mesmo assim tempo que seguir o espírito e intenção das leis de dízimos nos quais serão forçados no Reino de amanhã, SE vencermos. Antes de podermos ensinar outras pessoas, TEMOS que ter a prática dessa experiência.

Devemos PROVAR nossa obediência no espírito e intenção de todos os mandamentos de Deus, então assim Deus poderá SABER que somos confiáveis e obedientes em todas as coisas Dele e para toda a eternidade!

O REINO DE DEUS MOSAICO

Quando Israel entrou na terra prometida; todas as famílias receberam uma herança de terra para sempre.

O povo não tinha pagamentos de casas enormes; mesmo se eles tirassem um empréstimo, depois de um certo tempo, todas as dívidas seriam perdoadas e a terra seria entrega aos donos originais.

Era bastante entendido que a terra pertencia a Deus que deixava para eles tomar de conta; e que uma porção da produção da terra era para ser dada de volta para Deus para o uso dos sacerdotes de Deus que ministravam as coisas Dele e que não tinham nenhum tipo de heranças da terra.

As pessoas pagavam o dízimo aos sacerdotes para as necessidades deles e os sacerdotes pagavam o dízimo deles ao Sumo Sacerdote para as necessidades pessoais dele e para a OBRA daqueles dias – para os trabalhos dos muitos sacrifícios em relação à nação.

Hoje temos um novo Sumo Sacerdote, Jesus Cristo, mas não temos sacerdotes.

Toda pessoa que está sendo chamada está sendo treinada para ser um sacerdote no Reino de Deus sob o Sumo Sacerdote que é Jesus Cristo!

Mas, todos nós estamos sendo treinados e não fomos ainda elegidos para fazer parte deste sacerdócio! Serão SOMENTE na ressureição e vinda do Reino que os escolhidos serão sacerdotes e reis.

Nesse momento, somos irmãos neste treinamento; com os idosos apoiando os mais jovens e todos nós a serviços do Sumo Sacerdote, Jesus Cristo, e O Pai.

Este sistema de dízimo será instituído como um meio de financiar o Reino de Deus!

Nesse momento não estamos vivendo no Reino de Deus! Estamos vivendo no reino de Satanás; o mundo de Satanás!

Sim, devemos fazer o máximo nas maiores dificuldade e circunstâncias dessa vida e ao mesmo tempo temos de deixar um bom exemplo a nossos vizinhos e financiar àqueles que se entregaram aos serviços de Deus; entenda que vivemos num mundo muito diferente e que Satanás está fazendo de tudo para nos manter longe dos mandamentos de Deus, incluindo os dízimos.

PRINCÍPIO DO DÍZIMO

Dízimo tem que ser feito do nosso incremento. Isto significa que todas as despesas para ganhar o dinheiro tem que ser calculado antes de dizimar.

  1. Essas despesas incluem, mas não são limitados a transporte, que incluiria passe de ônibus, manutenção do carro, seguro e compra de um carro.

  2. Necessidade de roupa de trabalho e suas limpezas.

  3. Aluguel e mensalidade da casa. Tenha em mente que Israel não tinha de pagar aluguel porque eles eram donos da casa deles e eles trabalharam e dizimaram somente do incremento da produção deles; e os ministros modernos são capazes de deduzir o aluguel ou mensalidade de casa da taxa deles nos países como Estados Unidos e Canada, etc

O espírito e intenção da lei de dízimo são para dar o dízimo do todo o incremento e não somente da agricultura. Isto não seria justo de jeito nenhum para outros segmentos de trabalho – tipo um agricultor teria que dar um dízimo mas o trabalhador da cidade não daria. Não, Deus criou a lei do dízimo para todas as pessoas e todos os segmentos de trabalho.

A verdade é que toda prosperidade econômica vem de Deus; até mesmo as propriedades de terra são uma benção de Deus. Devemos dar um dízimo de todos os nossos incrementos em qualquer função de trabalho.

EXEMPLO: Se você ganha $2 mil reais por mês e paga $800 reais em aluguel e $300 reais para transporte ao trabalho; então seu custo é de $1100 reais por mês; você deve dizimar do incremento de $2.000 – $1.100 = $900. Seu dízimo de $900 reais seria $90 reais.

  1. #1 by Castilho Cunha on July 22, 2014 - 1:56 am

    A cobrança de dizimo e ainda debaixo de maldição é a maior heresia ensinada pelas igrejas nos dias de hj.. me provem que Jesus um dia cobrou algum dinheiro de alguem, até pq no caso do dizimo ele nem poderia cobrar, pois era da tribo de Judá e só os de Levi podiam cobrar, me mostrem nos evangelhos e nas cartas dos apostolos onde esta escrito que eles cobravam dizimos, me mostrem na biblia onde um dia o dizimo foi dinheiro.. provo o contrario: Deuteronomio 14 onde Deus manda que vendessem os produtos de sua terra para que não perecessem no caminho quando o templo fosse muito longe, pegando o dinheiro e se chegando perto do templo comprassem de volta tudo em mantimento novamente e levassem ao templo para que houvesse MANTIMENTO na casa do senhor. E este mantimento para quem? Para o Levita, os orfãos, as viuvas e tambem para aqueles que vindo de longe visitam o templo. Dizimo nos dias de hoje é a maior mentira pregada por homens que na realidade não querem viver pela fé, mas pela força do dinheiro e este tomado dos fiéis na maioria das vezes através da pregação de que são amaldiçoados debaixo da lei ( Hebreus 7|:5, dizimo, ordenança da lei) se não derem seu dizimo e este em dinheiro. Mudaram a palavra de Deus e amaldiçoam o seu proximo por causa de dinheiro, mas a palavra de Deus é bem clara quando diz, Jesus se fez maldito em nosso lugar, não ha mais maldição da lei sobre nós salvos em Cristo, somos livre, inclusive, para ofertar. Paz a tds irmãos em Cristo.

  2. #2 by carvaj1 on July 26, 2014 - 7:06 pm

    Castilho,

    Sim infelizmente as leis de Deus tem sido abusada pelos ministros ou pastores nos dias de hoje. É realmente uma pena que isso aconteça. O dizimo entretanto existe e é um mandamento. Cristo entretanto disse que devemos dar de acordo com nossa benção. Uns podem dar menos que os outros. O importante é mostramos a Deus que O amamos e O apoiamos em dar dinheiro para que a obra de espalhar o evangelho ao mundo possa acontecer. No velho testamento como mencionou, o dízimo era usado para a manutenção do templo. Era pelo templo que os sacerdotes e levitas pregavam os mandamento de Deus.

    Hoje em dia, quando vemos alguém pregando o evangelho verdadeiro de Deus, poderemos sim usar o dízimo ou ofertas para apoia-lo(s) nessa obra. Da maneira que eles usarem o dízimo é entre eles e Deus. Você pelo menos fez sua parte. Note o que Deus falou aqui, “Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas”, Malaquias 3:8.

    Sim, o dízimo é um mandamento. No tempo de Cristo, Ele não censurou as pessoas que davam dízimos ou ofertas a Deus; note por exemplo essas escrituras, “E viu também uma pobre viúva lançar ali duas pequenas moedas; E disse: Em verdade vos digo que lançou mais do que todos, esta pobre viúva; Porque todos aqueles deitaram para as ofertas de Deus do que lhes sobeja; mas esta, da sua pobreza, deitou todo o sustento que tinha”, Lucas 21:2-4. Ele observou, e não censurou, que a viúva deu tudo o que tinha enquanto o rico deu o que tinha sobrando.

    É importante observar também que temos que dar alegremente porque se darmos amargamento, isso tira o significado do dízimo; observe, “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria”, 2 Coríntios 9:7. Essa contribuição ou oferta ou dízimo deve ser dada com alegria. O próprio fato de dar ao próximo carrega uma benção, “E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre”, 2 Coríntios 9:8-9.

    Sim, dar ofertas a obra de Deus é importante para Deus porque mostramos claramente a Deus que amamos e queremos fazer parte do trabalho de pregar o evangelho a todo mundo – é uma pena que muitos usam isso de maneira incorreta perante Deus.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: