Animais Limpos e Imundos

Deus tem sido bastante detalhado no que devemos comer. Ele usou até exemplos dos animais que são limpos e que podemos comer. Estudemos então estas leis de alimentos dado ao Seu povo de antigamente e que vale para Seu povo hoje me dia. Estas leis Deus tem nos dado não somente para nossa saúde. Aí está uma das razões que ele disse para tomar cuidado com cadáveres de animais e até mesmo não comê-los. Os cadáveres contêm uma quantidade enorme de vermes, germes, bactéria, e vírus.

Deus quer que tenhamos uma vida saudável. Ele sabe os animais que não são bons para nossa saúde. Recentemente em um estudo científico viram que o porco [o porco é imundo e não podemos comê-lo] tem um vírus perigosíssimo e se engolido poderá causar muito dores e até morte. A lagosta, o Caranguejo, o Siri e o camarão [os quatro são imundos] que são delicias para algumas pessoas, estudos tem constatado que eles têm um altíssimo nível de colesterol.

Estudemos então, por completo o que o Senhor nos explica sobre Sua lei de animais limpos e imundos.

Animais Terrestres

“E falou o SENHOR a Moisés e a Arão, dizendo-lhes:
Fala aos filhos de Israel, dizendo: Estes são os animais, que comereis dentre todos os animais que há sobre a terra; Dentre os animais, todo o que tem unhas fendidas, e a fenda das unhas se divide em duas, e rumina, deles comereis. Destes, porém, não comereis; dos que ruminam ou dos que têm unhas fendidas; o camelo, que rumina, mas não tem unhas fendidas; esse vos será imundo; E o coelho, porque rumina, mas não tem as unhas fendidas; esse vos será imundo; E a lebre, porque rumina, mas não tem as unhas fendidas; essa vos será imunda. Também o porco, porque tem unhas fendidas, e a fenda das unhas se divide em duas, mas não rumina; este vos será imundo. Das suas carnes não comereis, nem tocareis nos seus cadáveres; estes vos serão imundos”.

Os Peixes

“De todos os animais que há nas águas, comereis os seguintes: todo o que tem barbatanas e escamas, nas águas, nos mares e nos rios, esses comereis. Mas todo o que não tem barbatanas, nem escamas, nos mares e nos rios, todo o réptil das águas, e todo o ser vivente que há nas águas, estes serão para vós abominação. Ser-vos-ão, pois, por abominação; da sua carne não comereis, e abominareis o seu cadáver. Todo o que não tem barbatanas ou escamas, nas águas, será para vós abominação”.

As Aves

“Das aves, estas abominareis; não se comerão, serão abominação: a águia, e o quebrantosso, e o xofrango, E o milhano, e o abutre segundo a sua espécie. Todo o corvo segundo a sua espécie, E o avestruz, e o mocho, e a gaivota, e o gavião segundo a sua espécie. E o bufo, e o corvo marinho, e a coruja, E a gralha, e o cisne, e o pelicano, E a cegonha, a garça segundo a sua espécie, e a poupa, e o morcego”.

Os Insetos

“Todo o inseto que voa, que anda sobre quatro pés, será para vós uma abominação. Mas isto comereis de todo o inseto que voa, que anda sobre quatro pés: o que tiver pernas sobre os seus pés, para saltar com elas sobre a terra. Deles comereis estes: a locusta segundo a sua espécie, o gafanhoto devorador segundo a sua espécie, o grilo segundo a sua espécie, e o gafanhoto segundo a sua espécie. E todos os outros insetos que voam, que têm quatro pés, serão para vós uma abominação. E por estes sereis imundos: qualquer que tocar os seus cadáveres, imundo será até à tarde. Qualquer que levar os seus cadáveres lavará as suas vestes, e será imundo até à tarde”.

Repteis e Animais Terrestres

“Todo o animal que tem unha fendida, mas a fenda não se divide em duas, e todo o que não rumina, vos será por imundo; qualquer que tocar neles será imundo. E todo o animal que anda sobre as suas patas, todo o animal que anda a quatro pés, vos será por imundo; qualquer que tocar nos seus cadáveres será imundo até à tarde. E o que levar os seus cadáveres lavará as suas vestes, e será imundo até à tarde; eles vos serão por imundos. Estes também vos serão por imundos entre os répteis que se arrastam sobre a terra; a doninha, e o rato, e a tartaruga segundo a sua espécie, E o ouriço cacheiro, e o lagarto, e a lagartixa, e a lesma e a toupeira. Estes vos serão por imundos dentre todos os répteis; qualquer que os tocar, estando eles mortos, será imundo até à tarde. E tudo aquilo sobre o que cair alguma coisa deles estando eles mortos será imundo; seja vaso de madeira, ou veste, ou pele, ou saco, qualquer instrumento, com que se faz alguma obra, será posto na água, e será imundo até à tarde; depois será limpo. E quem comer do seu cadáver lavará as suas vestes, e será imundo até à tarde; e quem levar o seu corpo morto lavará as suas vestes, e será imundo até à tarde”.

“Também todo o réptil, que se arrasta sobre a terra, será abominação; não se comerá. Tudo o que anda sobre o ventre, e tudo o que anda sobre quatro pés, ou que tem muitos pés, entre todo o réptil que se arrasta sobre a terra, não comereis, porquanto são uma abominação. Não vos façais abomináveis, por nenhum réptil que se arrasta, nem neles vos contamineis, para não serdes imundos por eles”;

“Porque eu sou o SENHOR vosso Deus; portanto vós vos santificareis, e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis com nenhum réptil que se arrasta sobre a terra; Porque eu sou o SENHOR, que vos fiz subir da terra do Egito, para que eu seja vosso Deus, e para que sejais santos; porque eu sou santo. Esta é a lei dos animais, e das aves, e de toda criatura vivente que se move nas águas, e de toda criatura que se arrasta sobre a terra; Para fazer diferença entre o imundo e o limpo; e entre animais que se podem comer e os animais que não se podem comer”, Levítico 11:1-47.

Deus deixa para nós essas leis para que possamos diferenciar todos os animais limpos e imundos. Se isso não fosse importante para Deus, Ele não teria nos dado essas leis. E agora, o que fará com esse conhecimento? Obedecerá a Deus? Deus explica mais ainda o porque de Suas leis…

Guardai, pois, todos os meus estatutos, e todos os meus juízos, e cumpri-os, para que não vos vomite a terra, para a qual eu vos levo para habitar nela. E não andeis nos costumes das nações que eu expulso de diante de vós, porque fizeram todas estas coisas; portanto fui enfadado deles. E a vós vos tenho dito: Em herança possuireis a sua terra, e eu a darei a vós, para a possuirdes, terra que mana leite e mel. Eu sou o SENHOR vosso Deus, que vos separei dos povos. Fareis, pois, diferença entre os animais limpos e imundos, e entre as aves imundas e as limpas; e as vossas almas não fareis abomináveis por causa dos animais, ou das aves, ou de tudo o que se arrasta sobre a terra; as quais coisas apartei de vós, para tê-las por imundas”, Levítico 20:22-25.

  1. #1 by Orli Flávio Paterno on July 30, 2012 - 2:00 pm

    Amigo,

    Se o objetivo de Levíticos 11 fosse a saúde, Deus certamente teria proibido o boi, por causa de seu alto nível de colesterol e permitido o coelho que é cientificamente mais do que comprovada uma das melhores carnes para o consumo, podendo ser dada até mesmo para recém-nascidos, algo que jamais pode-se pensar em fazer com a carne de boi, por exemplo.

    A traíra, que é carnívora e come cadáveres em decomposição, a piranha, que dispensa comentários, são limpas com base em Levíticos 11.

    A própria galinha é um dos animais com os hábitos alimentares mais nojentos que existe, pois come até excremento e carne em decomposição.

    Se fosse pela saúde, Deus teria proibido a carne por completo ao invés de fazer uma separação que sequer tem por base algum elemento nutricional, mas características físicas a grosso modo, visíveis apenas externamente.

    O objetivo da separação entre animais limpos e imundos em Levíticos 11 era fazer uma analogia à separação entre judeus e gentios no âmbito das nações e ensinar-lhes uma lição. (Lev 24:25, Atos: 10:15,28,34) [Animais limpos = judeus / animais imundos = gentios] fim da separação étnica = fim do tipo.

    Todos os quadrúpedes de Lev. 11 eram de rebanho, ruminantes e com unhas fendidas.
    De rebanho: povo que se congrega.
    Ruminantes: mastigam completamente a erva (palavra de Deus)
    Unhas fendidas: igualdade de rastros – obras (frutos) que deixamos após nós.

    Peixes:
    Escamas = em meio às águas (povos, multidões, nações e línguas) mas separado por meio da escama (vestiementa – Justiça de Cristo) separação – santificação. “Rogo que não os tire do mundo mas que os livre do mal”.
    Barbatana: impulsionador para o nada para frente. Mesmo em meio ao mundo, seguimos avante na pregação do evangelho.

    Aves: fala só das proibidas, sendo todas carnívoras (não se encontra a galinha na descrição, mas deveria ser considerada por ser carnívora). Sobram as herbívoras que vivem em grupo (congregação) herbívoro – não caçam, não são violentas, mas pacíficas, exemplo para nós, cristãos.

    Eu, sinceramente não como carne, por questão de saúde e porque acho mesquinho um animal morrer só pra satisfazer meu apetite.
    Mas não dá pra dizer que Levíticos 11 foi dado com fim de preservar a saúde. Está muito longe disso.

    Deus aboliu em Cristo toda separação e ordenanças, incluindo Lev. 11.
    Pense: que Deus condicionaria sua salvação com base na substância que você está digerindo no estômago, quando existe parâmetro de maior exponencial?

    E como não for em função da saúde, seria proibido por que, então?
    Tais animais seriam místicos, trazendo o pecado neles? Neles residiria a essência do mal?
    O coelho, pacífico, herbívoro, 2% de gordura, comprovadamente uma das melhores carnes para a saúde seria uma espécie de transmissor do pecado e da corrupção do gênero humano, só por não ter unhas fendidas, mesmo tendo uma das melhores carnes para o consumo?

    E o boi, mesmo com todo o colesterol que mata milhares do coração por dia, só porque tem unhas fendidas e rumina suplanta seu malefício à saúde e se torna o animal adequado a manter o cristão salvo?

    A salvação é mais do que comida. Levíticos 11 tinha objetivo ritualístico que findou na Cruz.
    Os Dez Mandamentos continuam vigentes, mas Lev. 11 morreu com as demais leis cerimoniais e de separação étnica. Hoje temos a ciência como parâmetro para a saúde. “E o saber se multiplicará”.

    Mas se for para seguir as leis de Levíticos, faltam muitas a serem observadas:
    Mulheres não poderiam entrar na igreja.
    Frutas só poderiam ser consumidas de plantas com mais de 5 anos de idade.
    Não poderíamos tocar em um animalzinho de estimação que morreu, sequer para enterrá-lo.
    Entre outras.

    Um abraço,
    Fique na paz!

  2. #2 by Orli Flávio Paterno on July 30, 2012 - 2:15 pm

    Você diz que o caranguejo, o siri, a lagosta e o camarão tem altíssimo nível de colesterol, mas esquece de dizer que o boi e o frango tem índices ainda maiores.
    E com uma agravante: o camarão aumenta mais o HDL (colesterol bom) que o LDL (colesterol ruim), motivo pelo qual foi incluído entre os alimentos saudáveis para o coração nas diretrizes dietéticas, enquanto que o boi faz o contrário aumenta mais o LDL e está fora de tais diretrizes.

    Fontes:
    http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?id=7295
    http://www.food-info.net/pt/qa/qa-nut3.htm

  3. #3 by Orli Flávio Paterno on July 30, 2012 - 2:29 pm

    Quanto à carne de coelho, vale ressaltar que possui o maior teor de proteína e um dos menores índices de gordura entre as carnes. É rica em minerais, selênio (elemento antioxidante), potássio, cálcio e ferro, além de vitaminas do complexo B.

    É leve e indicada para hipertensos e pessoas que precisam baixar o colesterol, crianças, gestantes, bebês e pessoas com estômago sensível.

    Estudos comprovam que reduz a possibilidade de problemas cardiovasculares.
    Portanto, se Lev. 11 fosse para a saúde, não excluiria o coelho.

    http://pt.wikinoticia.com/estilo%20de%20vida/beleza/46836-carne-de-coelho-saudavel

  4. #4 by carvaj1 on July 31, 2012 - 1:41 am

    Fávio, por favor não coloque minhas palavras em tentar justificar as leis de Deus. É possível ver por exemplo que camarão tem um grande teor de colesterol e foi proíbido por Deus para comer. Entretanto, se ouver dúvida, se for bom para comer ou não, as leis de Deus são as únicas coisas que devem ser obedecidas. O autor somente quiz dar um explicação humilde o do porque as leis de alimento. Devemos obedecer as leis de Deus entendendo ou não. Nunca podemos questionar o nosso Criador. E as leis do alimento estão claramente descritas. Abraços, João.

  5. #5 by carvaj1 on July 31, 2012 - 1:56 am

    Muito bem! Novamente, devemos seguir a Deus nas leis e mandamentos Dele. Por que um ser humano através de uma pesquisa achou certos resultados, de forma alguma isso apagaria ou anularia as leis de Deus. Deus criou os animais como também nós e Ele sabe o que é melhor para nós.
    “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos”, Isaías 55:8-9.
    “… Vós tudo perverteis, como se o oleiro fosse igual ao barro, e a obra dissesse do seu artífice: Não me fez; e o vaso formado dissesse do seu oleiro: Nada sabe.
    Isaías 29:15-16″.
    “Ai daquele que contende com o seu Criador! o caco entre outros cacos de barro! Porventura dirá o barro ao que o formou: Que fazes? ou a tua obra: Não tens mãos?”, Isaías 45:9.

  6. #6 by carvaj1 on July 31, 2012 - 2:06 am

    Amigo,

    Você tem realmente tocado em vários assuntos de que, ao meu ver, não se relaciona as leis de Deus do alimento. As leis de Deus são bastantes simples de seguir e o método de segui-las, Deus também tem nos dado. Só tem que obedecê-Lo sem questionar o por quê. Com certeza no mundo de amanhã, você poderá pergunta-Lo o porque das leis.

    Percebi que tem um conhecimento grande de alimento. Isto é ótimo. Todavia, não devemos seguir as leis do homem e anular as leis de Deus. Isso é pecado e atitude contrária a Deus.

    “Invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradição, que vós ordenastes. E muitas coisas fazeis semelhantes a estas”, Marcos 7:13.

    “E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus”, Mateus 15:6.

    Abraços, João.

  7. #7 by Orli Flávio Paterno on July 31, 2012 - 12:38 pm

    Desculpe,

    Na verdade, tentei apenas mostrar que o argumento de que o camarão foi excluído por causa de seu colesterol não é coerente, pois o boi, tendo índice mais elevado foi deixado. Quero dizer que se esse tivesse sido o motivo, Deus teria excluído o boi primeiro até que o camarão. O que significa que o motivo não foi a saúde, mas outro.

    E o verdadeiro motivo está claro pelas passagens de Lev 24:25 e Atos: 10:15,28,34. Era uma simbologia da separação étnica entre judeus e gentios. Um tipo dessa separação.

    Todas as características de nosso Evangelho de hoje existiam no tipo mosaico do Antigo Testamento:
    incenso: nossas orações
    bacia de bronze: pia batismal
    altar de holocaustos: cruz
    Primícias: Jesus, o primogênito dos mortos
    Sacrifício da tarde e manhã: oração e confissão diária
    Purificação do Santuário: purificação final do céu e fim do pecado
    Ano religioso judaico: História da humanidade e salvação
    Átrio exterior: mundo
    Santuário: Céu
    Cordeiro: Jesus Cristo
    Animais limpos e imundos: judeus e gentios

  8. #8 by Orli Flávio Paterno on July 31, 2012 - 1:05 pm

    Não se trata de questiona as ordens de Deus, mas de entender o que Ele quis dizer com elas e até quando seriam válidas.

    Os 10 Mandamentos são eternos, foram gravados em pedra. As demais leis em livro do lado da arca, inclusive o livro inteiro de Levíticos.

    Não se trata de anular o mandamento pela minha tradição. Isso aconteceu com a mudança do sábado para o domingo, mas a questão dos animais limpos e imundos foi algo que estudei a fundo pra entender o propósito de Deus, pois a multiplicação do conhecimento foi dada por Deus como uma dádiva e, se uma pessoa sincera, parar para analisar um pouco mais detidamente verá que o propósito de Lev. 11 nunca foi a saúde. Fica claro simplesmente pela inclusão da carne bovina, uma das piores que existem em todos os aspectos. Então, o estudante sincero percebe que o motivo deva ser outro e a busca dele é que te faz parecido com o povo de Beréia.

    Se tivesse mantido minha posição de seguir cegamente o que me ensinaram sem questionar, nunca teria deixado o catolicismo. E não se trata de questionar Deus, mas sim os ensinos que são difundidos como sendo a pura verdade dEle, quando, na verdade, são contrários ao verdadeiro sentido bíblico.

    Deus ordenou circuncidar, mas isso cessou. Deus ordenou sacrificar, mas isso cessou. Isso significa que nem todas as leis são eternas. Então por que não verificar de forma sincera se tais leis de Lev. 11 não foram um tipo que encontrou seu antítipo como as demais, já que o motivo (saúde) há muito propalado não mais se sustenta quando analisado mais detidamente.

    Alguns poderiam dizer que é melhor obedecer do que questionar. E quanto às demais leis de Levíticos 11, então? Por que abandonamos? Certamente porque depois de muito estudo chegou-se à conclusão que a continuidade das mesmas não era propósito divino. Elas tiveram seu tempo e foram úteis, mas seu propósito se cumpriu.

    Por que não adotamos uma atitude de cuidado da saúde baseado no conhecimento que Deus gratuitamente nos deu através da multiplicação da ciência do que considerar uma lei que foi dada pra outro fim e que se for seguida não evitará que você morra de um infarto prematuramente?

    Eu não contendo com meu Criador. Tento entendê-lo corretamente:
    “A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possues na aquisição de entendimento”. Provérbios 4:7
    Um filho só será verdadeiro defensor da ideologia de seu pai quando a entender perfeitamente sanando suas dúvidas. Aí será um defensor do pensamento de seu pai com unhas e dentes, pois verá sentido naquilo que seu pai ensinou e abraçará como seu próprio ideal.

    Não consigo ensinar a obedecer Lev. 11 dizendo que foi dado pra saúde quando vejo na lista dos permitidos um dos piores alimentos e na dos proibidos uma das carnes mais saudáveis que existe. Preciso ver coerência em meus ensinos. Esta semana tenho que dar estudo bíblico pra meu cunhado. Como poderia dizer-lhe que Lev. 11 foi dado pra saúde, sabendo dessas coisas?
    Estaria chamando Deus de incoerente e isso eu jamais faria.

  9. #9 by Orli Flávio Paterno on July 31, 2012 - 1:09 pm

    Um grande abraço,
    Que Deus nos fortaleça sempre em sua verdade.
    Fique na paz!

  10. #10 by carvaj1 on August 1, 2012 - 1:48 am

    Você tem realmente passado muito além do que está escrito por Deus. Quando leio as escrituras e vejo descrevendo assim, “Estes são os animais, que comereis dentre todos os animais que há sobre a terra” Levítico 11:2; ou “De todos os animais que há nas águas, comereis os seguintes”,
    Levítico 11:9 ou “Mas isto comereis”, Levítico 11:21; e novamente Deus diretamente indica que está falando de alimento pois disse em vários lugares assim, “Todo o alimento que se come…”, Levítico 11:34 então não há dúvida de que Deus está falando de alimento. Mas por que?

    Muito simples, para que saibamos o que comer e honrar a Deus no que escolhemos para comer, “Porque eu sou o SENHOR vosso Deus; portanto vós vos santificareis, e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis com nenhum réptil que se arrasta sobre a terra; Porque eu sou o SENHOR, que vos fiz subir da terra do Egito, para que eu seja vosso Deus, e para que sejais santos; porque eu sou santo. Esta é a lei dos animais, e das aves, e de toda criatura vivente que se move nas águas, e de toda criatura que se arrasta sobre a terra; Para fazer diferença entre o imundo e o limpo; e entre animais que se podem comer e os animais que não se podem comer”, Levítico 11:44-47.

    Note que Deus nos diz para não nos “contaminareis”. Simplesmente Simplesmente Deus está dizendo e fazendo a distinção nos entre os ANIMAIS LIMPOS E IMUNDOS.

  11. #11 by carvaj1 on August 1, 2012 - 2:17 am

    Percebi que este assunto e sensível a você pois é vegetariano. Note que Deus não obrigada ninguém a comer carne. Mas, Ele indica que se quiser comer, estes animais limpos é o que devemos comer.

    Há diferença que vejo entre nosso ponto de vista em honrar a Deus é que você depois de ler o que Deus tem nos mandado, ainda foi aos livros para estudar o assunto enquanto a mim, eu obedeço nas palavras que Ele tem falado. É claro, como disse, nem toda as escrituras poderemos seguir a letra como no caso de colocarmos sangue nas portas de nossas casas na Páscoa. Mas, nisso sabemos que Jesus foi o nosso Cordeiro e morreu por nós [outro estudo].

    No caso do alimento, entretanto, está bastante claro.

    Acredito que chegamos a um ponto final por aqui. Conversamos o suficiente sobre este assunto.

    Bons estudos amigo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: